Digital Influencer, Davison Vianna, especialista em segurança digital, ensina como usar a plataforma de maneira criativa, organizada e rentável para a sua empresa

Com mais de 1 bilhão de usuários ativos, o Instagram se tornou uma principais redes sociais do mundo. Só no Brasil, são 77 milhões de pessoas interagindo por meio de fotos, vídeos, troca de emojis e mensagens diretas. Mas muito se engana quem pensa que a rede social é uso exclusivo para diversão.

Dados divulgados pela plataforma mostram que em outubro de 2019, 90% dos usuários seguiam, pelo menos, um perfil de empresa na rede social. Com a pandemia mundial, provocada pelo coronavírus, o número de acesso cresceu exponencialmente. Para se ter uma ideia, de acordo com estudos feitos pela Kantar (empresa líder mundial em dados) desde março de 2020, no início da pandemia, o engajamento nas mídias sociais tiveram aumento de 61% sobre as taxas normais de uso.

Marcas e empresas, consequentemente, passaram a ganhar mais visibilidade dos usuários nesse período, porém, transformar likes em rentabilidade, nem sempre é tarefa fácil.   “O mais importante ter regularidade, nas postagens e na interação com os usuários, mas com qualidade”, orienta o digital influencer especialista em segurança digital Davison Vianna.  Com mais de 130 mil seguidores na rede, o influencer dá dicas de como engajar o perfil e fazer produto receber mais likes no Instagram.

1 – Perfil – “Já ouviu a frase: ‘a primeira impressão é a que fica?’ Pois é, o importante é manter uma rede ativa, com conteúdo interessante e de qualidade. O nível de interesse do usuários prevê o que ele gostaria de ver no perfil, baseado no seu comportamento anteriores dos feeds”.

2 – Legendas –  “Colocar legendas atraentes nas publicações é importante para estabelecer o contato com os usuários. Chamando a atenção deles, é possível converter  gostos e interesse em likes”.

3- Fotos – “Use e abuse das fotos com qualidade. As imagens precisam de ótima resolução e criatividade. Evite exagerar nos filtros e opte pelas fotos naturais. Por isso, não dispense o serviço de um profissional”.

4 – Periodicidade – “Uma publicação a cada três dias, no mínimo. É importante que o usuário sinta que há uma interação com a página, caso contrário, ele pode perder o interesse naquele conteúdo”.

5 –  Hashtags – “Os posts com mais de uma hashtag têm uma média de 12,6% a mais de engajamento do que os posts que não possuem hashtags ou que possuem somente uma. Mas cuidado para não  cair no shadowban, que é  é uma espécie de impedimento não explícito que o próprio Instagram faz sobre o usuário que usa técnicas impróprias para melhorar os seus números.”

* O especialista está disponível para falar sobre o assunto e para dar entrevista abordando, inclusive, outros temas, como uso seguro das redes e proteção contra hackers.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui