5 meios de pagamentos digitais para o varejo ficar de olho em 2022, segundo a Certsys

Publicidade

Melhorar a jornada de consumo do cliente, superapps, open banking, mobile wallets e pagamento por voz. Estas serão as tendências mais quentes para o varejo brasileiro ficar de olho no próximo ano quando o assunto for propiciar novas vias de pagamento ao consumidor, segundo a Certsys, companhia de TI, especialista em inovação e transformação digital.

“Todos sairão ganhando! Para as empresas trará a possibilidade de realizar transações com agilidade, além de alavancar a competitividade no mercado. Já para o consumidor, fora o quesito facilidade, essas novas frentes promoverão a inclusão e o poder de compra, já que mais gente estará pronta para o consumo”, explica Wander Cunha, Chief Revenue Office (CRO) da Certsys.

Publicidade

Um estudo realizado em conjunto pelas consultorias PwC e Strategy&, aponta que o número de transações sem dinheiro em espécie na América Latina deve aumentar em 52% até 2025 e, depois, em 48% até 2030. Acrescido a este cenário, tem o fato da pandemia do coronavírus alterar a forma com que os brasileiros pagam as suas compras.

“A digitalização reduz a passos largos o uso de cheques e dinheiro em espécie, que são ineficientes, tem maiores riscos de fraudes e furtos, e demandam estruturas onerosas de segurança física e transporte de dinheiro. Em 2022, o varejo terá essa consciência de maneira prática, excluindo estes e outros gargalos que tracionam o onboarding do stakeholder”, completa Cunha.

De acordo com a Certsys, os cinco principais meios de pagamento serão:

1-) Unificação da jornada do cliente

Um único gateway de pagamentos inteligente e uma experiência do cliente integrando o online com o offline de forma fluida e eficiente. Esta proposta é uma evolução que traz diversos ganhos de eficiência e produtividade ao mesmo tempo que fideliza os clientes. Porém, ainda não vê este nível de integração com frequência no varejo. Lembrando que 75% dos millenials estão dispostos a pagar mais por melhores experiências, segundo dados da PwC. Ou seja, quanto mais ágil a experiência maior será o encanto do consumidor pela marca/empresa.

2-) A popularização do pagamento por super aplicativos como o WhatsApp

Atrelado a uma interação por inteligência artificial eficiente, isto pode transformar a experiência de pagamento do cliente antes, durante e depois. Desenvolver aplicações focadas nesses super aplicativos pode ser de suma importância para atração de consumidores no futuro.

3-) Open banking

Permitirá a criação de fintechs ainda mais poderosas, que poderão analisar o cliente, resolver o crédito, realizar créditos de fidelidade e processar o pagamento em uma mesma operação. É muito importante entender e prever como será o ecossistema de empresas que será criado com a disseminação do open banking. Parcerias corretas também podem gerar um impacto direto em resultados.

4-) Mobile wallets

Já presentes no mercado, em 2022, este modelo expandirá em funcionalidades. Private Labels de wallets podem trazer novas oportunidades para fidelização e exploração de serviços financeiros. Neste caso poderá integrar a mobile wallet com os sistemas de loja e do e-commerce para transações imersivas, envolvendo pagamentos, cash-backs e formas de crédito inovadoras.

5-) Pagamento por voz

Outro tipo de biometria que ficará cada vez mais viável nos próximos anos, melhorando a experiência e reduzindo o volume de fraudes.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui