6 passos para transformar o negócio no digital

0
E-commerce

Especialistas dão dicas de como se destacar e ter sucesso no ambiente virtual

Um levantamento da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) mostra que o Brasil registrou um aumento médio de 400% no número de lojas que abriram o comércio eletrônico por mês durante o período da quarentena. Até o começo das ações para conter o coronavírus no País, no início da segunda quinzena de março, a média era de 10 mil aberturas por mês. O número saltou para 50 mil mensais logo após os decretos de isolamento social. Mais de 100 mil lojas já aderiram às vendas pela internet e os setores que estão em alta são moda, alimentos e serviços.

Com tantas ofertas na rede, é preciso que o e-commerce se destaque para chamar a atenção de seus clientes e fazer com que ele volte sempre. Para ensinar o caminho das pedras, três especialistas em tecnologias para o varejo dão dicas de como atrair e fidelizar consumidores.

Passo 1 – Faça o cliente se sentir único

Cada vez mais o cliente quer se sentir único. Para isso, a ferramenta Close Friends pode ser de grande ajuda. “Por meio dela, é possível fornecer conteúdos exclusivos e personalizados para uma lista qualificada de seguidores nas redes sociais. Assim, eles podem comprar, fidelizar e se tornar fãs da marca”, diz Pedro Rabelo, CEO do Bagy, plataforma que ajuda pequenos e médios varejistas a criar seus próprios e-commerces em apenas 15 minutos.

Passo 2 – Use melhor os dados para ações mais assertivas

Felipe Samy, CMO da Gofind, plataforma de geolocalização de produtos disponíveis nas proximidades, alerta para a importância de as empresas usarem melhor os dados como meio de agilizar processos e propor ações que visam atrair os clientes. “Melhorar a experiência do consumidor consiste em aprimorar também aspectos práticos, como campanhas, promoções, canais de venda, estoque e disponibilidade de produtos. Várias oportunidades surgem do uso desses tipos de dados, isoladamente ou em combinação, para a melhoria do processo indústria-varejo”, avalia.

Passo 3 – Foque no relacionamento com o cliente

Segundo Roberto Rocha, CMO da leadlovers, plataforma de marketing digital e vendas, independentemente de qual plataforma o empreendedor resolva adotar para o seu negócio, precisa levar em consideração um dos principais pilares do marketing – o relacionamento com o seu consumidor. A migração do meio digital não pode fazer o negócio perder a sua essência. “A conversa precisa ir para o online. No entanto, é necessário ter cuidado para entender em que estágio está esse relacionamento, se precisa de uma aproximação ou fidelização”, diz o executivo.

Passo 4 – Invista em boas imagens e descrições dos produtos

Uma desvantagem da venda online é que o cliente não consegue ver o produto ao vivo, antes de comprar, para analisar os mínimos detalhes. Entretanto, esse problema pode ser resolvido se utilizar imagens de muita qualidade e, até mesmo, vídeos que mostrem seu funcionamento, por exemplo. “Isso deixa a decisão de compra mais clara, pois o consumidor consegue avaliar particularidades, detalhes e informações que precisa sobre o produto. Por isso, invista nas fotos e nas descrições detalhadas dos seus produtos”, diz Pedro Rabelo.

Passo 5 – Estude as mudanças dos consumidores

Rocha reafirma a necessidade de ficar em casa, seja trabalhando ou não, com o objetivo de diminuir a disseminação do vírus, e isso está gerando mudanças drásticas no comportamento das pessoas. O pensamento do consumidor mudou e o planejamento das empresas deve seguir esse novo caminho, buscando as novas tendências de marketing digital, ditadas por novos comportamentos. “A necessidade de ficar em casa está levando as pessoas a terem uma nova visão sobre suas prioridades em gastos com itens de pouca necessidade e a forma como adquirem produtos. Seja relevante e mantenha-se próximo do seu público-alvo”, reforça.

Passo 6 – Análise da concorrência

Como já falamos, o e-commerce já tem de tudo o que se imagina! Então, se o seu produto pertence a uma categoria já existente e seus concorrentes possuem um similar ao seu, observe-os e desenvolva maneiras de se destacar, levando mais benefícios para o seu público. “Caso o seu produto seja uma novidade, inclusive para o mercado, observe empresas que fizeram lançamentos recentemente, aproveitando erros e acertos em suas estratégias”, sugere Felipe Samy.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui