Aprenda tudo sobre Crowdfunding, o empréstimo coletivo para empresas

Publicidade

Na hora de investir em um negócio ou tirar um projeto do papel, muitas pessoas não tem como fazê-lo do próprio bolso, especialmente por conta da crise econômica que o país acaba de enfrentar. Acabam recorrendo a empréstimos alternativos que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado financeiro brasileiro.

O empréstimo coletivo para empresas já é bastante consolidado em diversos outros países, mas somente recentemente ganhou popularidade no Brasil devido a sua facilidade e rapidez. Também chamado de crowdfunding, é uma boa opção também para quem precisa de um empréstimo de valor mais baixo do que aqueles concedidos pelas instituições financeiras.

O que é?

Publicidade

Apesar de na prática não ser nenhuma novidade, o termo pode ser estranho para a maioria das pessoas. Sendo uma modalidade de empréstimo coletivo, funciona para diferentes objetivos. Lembra muito a chamada vaquinha, mas todo o processo acontece online e sem qualquer burocracia.  

Resumidamente, consiste em pessoas comuns financiarem projetos de quem não consegue se auto custear. Dessa maneira, a pessoa que gostar do projeto contribui com uma parcela do valor total do financiamento, permitindo assim que o mesmo saia do papel.

O que é o empréstimo coletivo para empresas?

Ainda bastante recente no Brasil, essa modalidade de empréstimo pode ser a solução que muitos empreendedores procuram para alavancar o seu negócio. No empréstimo coletivo para empresas as pessoas emprestaram o dinheiro para empresas realizarem diferentes atividades, desde saldar suas dívidas e até investir no crescimento dela.

Como funciona?

Existem diversas plataformas específicas para que possa ocorrer o empréstimo coletivo para empresas. Diferente do que acontece no Brasil, em outros países essas plataformas já estão consolidadas e operam nessa modalidade há algum tempo. Recentemente, começaram a ganhar terreno no país. 

As empresas que tiverem interesse em obter esse tipo de financiamento devem se cadastrar no site da plataforma escolhida e enviar a documentação solicitada e a proposta do projeto para que seja feita uma análise do pedido. Essa análise é necessária para garantir que não se trata de uma empresa fantasma e que o acordo será realmente cumprido. 

Caso o projeto seja aceito pelo portal, ganha uma espécie de perfil no site, como se fosse uma rede social. Nele, recebe uma meta de arrecadação indicada pela própria plataforma do quanto de dinheiro é necessário para que o projeto se realize. Então, os usuários do site podem doar a quantia que desejarem. Quando a meta é atingida, o dinheiro é liberado imediatamente ao dono do projeto para que seja financiado. Por sua vez, se a meta não for atingida, o dinheiro é devolvido para os doadores.

Quais são suas vantagens?

A principal vantagem do empréstimo coletivo para empresas é, sem dúvida alguma, a pouca burocracia. Todos os processos são realizados online e dificilmente há um valor mínimo para obter o crédito, de modo que é possível pegar um valor baixo caso seja necessário, o que não acontece em instituições financeiras. Emprestar valores baixos não seria vantajoso para uma empresa bancária.

Outra vantagem é que as taxas de juros são muito menores do que aquelas cobradas pelos bancos, resultando no valor total da dívida bem menor do que o normal, uma vez que somente o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é cobrado. Em algumas modalidades de pagamento como o cartão de crédito, as taxas de juros podem chegar a 400% ao ano. Já nas plataformas de empréstimo coletivo, as taxas partem de 20% ao ano.

As condições de pagamento são condizentes com a realidade da empresa, sem que haja qualquer tipo de comprometimento com o orçamento. Além disso, quem estiver emprestando o dinheiro estará optando por uma boa forma de investimento, o que proporciona o valor emprestado de volta com uma rentabilidade atraente. A entrega dos valores do empréstimo é, assim como sua solicitação, feita online. 

O empréstimo coletivo por crowdfunding pode ajudar na divulgação do projeto do beneficiário. Até mesmo aqueles que não contribuírem poderão divulgar o projeto compartilhando nas redes sociais, o que gera visibilidade para a empresa e a campanha em si. Quem quiser conhecer e patrocinar o projeto, será obrigado a acessar a plataforma do crowdfunding, o que gera visibilidade também para ela.

Seja qual for o método e o tipo de empréstimo escolhidos para a obtenção de crédito, é preciso se planejar e refletir antes de fazê-lo. Especialmente porque no caso do crowdfunding o beneficiário terá que entregar corretamente todas as recompensas propostas ou estornar o valor para cada um dos contribuintes.

Os acordos feitos nessas plataformas possuem valor legal como qualquer outro e, caso não sejam cumpridos, também podem levar à inadimplência. Atente-se para o fato de que o dinheiro obtido deve ser exclusivamente utilizado na aplicação da empresa ou do projeto, como é definido no início do processo.

Para aqueles que desejam investir em imóveis, a fintech CashMe oferece ótimas oportunidades de empréstimo com garantia de imóvel, com taxas a partir de 0,85% ao mês + IPCA, carência de até 12 meses para a primeira parcela e 240 meses para pagar, o que facilita o pagamento do valor emprestado. 

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui