As dificuldades da mulher empreendedora na pandemia

0

Cristiane Bernardes apresenta algumas dicas para que as mulheres empreendedoras continuem fortes neste período de pandemia.

O COVID-19 trouxe a todos um momento desanimador, com o isolamento social proposto pelo Governo, muitos empreendedores acabaram ficando preocupados com a sua situação financeira.

As mulheres empreendedoras têm um desafio a mais, pois, fora da empresa ainda têm a responsabilidade como mãe, esposa, chefe de família, e que cuida do bem estar da casa, e neste momento a saúde emocional feminina poderá enfraquecer.

“Por essa razão, precisamos estar conectadas com nós mesmos, ou seja, reconhecer nossas próprias emoções e cuidar bem delas” explica Cristiane Bernardes administradora.

Então, com uma boa dose de coragem e persistência, é possível aliar a saúde emocional e o empreendedorismo no cenário atual.

Cristiane explica que as adversidades e imprevistos farão parte deste momento, e não só no mundo empreendedor, por essa razão, as mulheres devem buscar o autoconhecimento, para saber lidar melhor com as questões que forem aparecendo. Refletir sobre as atitudes negativas externas pode trazer várias repostas sobre nós mesmas.

É preciso abandonar algumas bagagens que têm peso desnecessário, como o perfeccionismo, a descrença em si própria e a mente fechada para mudanças, o momento pede inovação, força e um olhar especial para as novas oportunidades.

Leia Também: O home-office veio para ficar: como lidar com a tecnologia, a produtividade e o mercado imobiliário

Buscar terapias online, como, aromaterapia e yoga, podem ser uma ótima ajuda para conseguir gerenciar melhor as emoções e encarar os desafios com resiliência e positividade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui