Capital Humano: por que as empresas investem tanto nessa questão

0

Hoje em dia, para que uma empresa tenha um lugar de destaque no mercado ela precisa ser mais do que apenas economicamente forte e ter um crescimento constante. Também é necessário que seja um bom lugar para trabalhar, onde os seus colaboradores agreguem o famoso capital humano ao longo de sua experiência e que eles estejam felizes de pertencer a companhia.

Tornar a valorização do colaborador um ponto importante na construção da estratégia de crescimento no mercado é essencial para qualquer companhia alcançar bons números e agregar cada vez mais colaboradores talentosos. Dessa forma, investir em capital humano é sinônimo de crescimento empresarial e maior sucesso no mercado.

Para te ajudar a entender a importância desse tópico para todos os setores, reunimos aqui algumas informações que explicam melhor os benefícios de focar no capital humano. Confira a seguir o material que preparamos e aplique agora na sua companhia.

O que é capital humano?

De acordo com o vencedor do prêmio Nobel de economia de 1979, Theodore W. Schultz, já dizia no ano de 1950 que o capital humano pode ser definido como “a capacidade de conhecimentos, competências e atributos da personalidade de uma pessoa ao desempenhar um trabalho de modo a produzir valor econômico”. 

De maneira geral, um indivíduo que consegue reunir habilidades, capacidades e conhecimento suficientemente importante para a execução de suas atividades profissionais é tido como um exemplo de capital humano. 

Ao somar alto nível de informação com experiência, é possível garantir um desenvolvimento individual constante, gerando também crescimento da empresa e maior união da equipe.

Dessa forma, o capital humano considera as qualidades agregadas através da experiência, formação educacional e perícia. 

Ao voltarem a sua atenção para esse tópico, as empresas são capazes de valorizar ainda mais as habilidades de seus funcionários, impactando diretamente nos resultados da companhia. 

Capital Intelectual X Capital Humano

Diferentemente do capital humano, o capital intelectual abrange outros assuntos que extrapolam o conhecimento dos colaboradores. 

Assim, precisamos ter em mente que a diferença entre os dois está, principalmente no fato, de que o segundo conta também com: rede de networking, banco de dados interno, além de patentes e registros no nome do profissional. 

Dessa forma, é necessário compreender que o capital humano não chega nesse lugar de habilidades e conquistas complementares, visto que o capital intelectual não se baseia exclusivamente no perfil profissional dos indivíduos. 

Por que o capital humano é tão importante para qualquer empresa?

Atualmente, é possível observar no mercado que, companhias que prezam e valorizam o capital humano verdadeiramente, apresentam um aspecto muito positivo em sua produtividade diária e em sua estrutura de organização. 

Existem inúmeras vantagens que uma empresa pode apresentar ao valorizar esse aspecto da forma correta, confira algumas a seguir:

Atração e retenção de talentos

Se você está no mercado de trabalho agora deve ter percebido que apresentar habilidades unicamente técnicas não é mais suficiente para garantir um bom cargo em uma boa empresa. 

Isso porque as mesmas passaram a valorizar habilidades mais humanas, voltadas para o bom relacionamento interpessoal e também para a resolução de conflitos, as chamadas soft skills. 

Dessa maneira, o investimento em capital humano atrai esse tipo de profissional, 100% engajado nas atividades profissionais e também em fazer a equipe crescer e se desenvolver, trazendo crescimento para a empresa. 

Clima organizacional ideal 

Quando o capital humano é estimulado da maneira correta, o clima da empresa se torna ideal. Isso porque ocorre a valorização do respeito entre os profissionais, da satisfação coletiva e, claro, da colaboração entre equipes. 

Tudo isso ajuda a diminuir o nível de estresse, desentendimentos e pressão no ambiente de trabalho, fazendo com que as interações fluam melhor. 

Outro ponto positivo é: fora da companhia o ambiente saudável também é notado. Rapidamente, a empresa se torna um lugar visado para profissionais talentosos com interesse de crescer junto da mesma. 

Excelência em crescimento

Diante da valorização do capital humano da sua empresa, ela passa a crescer no mercado de trabalho como referência de local de excelência. 

Com um nível de satisfação alto, as tarefas executadas são realizadas da melhor maneira possível, sempre com excelência crescente, o que aumenta a produtividade e melhora a imagem da empresa no mercado.

Capital humano e liderança

Os dois elementos devem andar juntos dentro de qualquer empresa. Quando os colaboradores sentem que a liderança está engajada com o desenvolvimento da equipe, essa atitude contribui para que as tarefas profissionais sejam realizadas dentro de um ambiente de bem-estar e com maior interesse e empenho, o que colabora para o crescimento de todos.

Dessa forma, é possível perceber que a valorização correta do capital humano é suficientemente capaz de demonstrar ótimos resultados em todas as áreas da empresa. 

Também não devemos deixar de notar que os resultados também podem ser percebidos na atuação da companhia no mercado, diante das concorrentes. 

Assim, aplicar o capital humano não é apenas bom para a equipe, mas necessário para a consolidação de uma marca no mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui