Commerce da GAtec vai facilitar ainda mais o trabalho dos produtores rurais e tradings no controle suas atividades comerciais

A compra, venda e as negociações de commodities agrícolas de modo geral nunca foram tarefa fácil. Excesso de complexidade, morosidade, imprevisibilidade, falta de confiabilidade, por anos isso foi a realidade que produtores rurais e tradings enfrentavam ao controlar suas atividades comerciais. Somado a todas estas incertezas, as operações de sempre exigiam uma equipe numerosa, grande volume de documentação e o domínio cirúrgico de detalhes que podiam comprometer todo o processo comercial.

Para trazer novas soluções para este cenário, a GAtec uma das maiores empresas do setor AgTech, especializada no desenvolvimento de ferramentas para a gestão agroindustrial, apresenta para o mercado a nova versão de sua ferramenta já consagrada, o Commerce. O sistema é o mais completo e inovador na gestão de compra e venda de commodities agrícolas. “Esta plataforma ajuda a controlar todos os processos envolvidos na comercialização de commodities, dando acesso a indicadores simples, intuitivos, rápidos e assertivos, como quase nenhum sistema do gênero consegue fazer”, explica o engenheiro agrônomo, Leonardo Ramos, diretor de comercialização de commodities da GAtec.

O Commerce agora entra em um novo momento e já está sendo desenvolvido na nova plataforma SimpleFarm, sobre a qual começam a convergir todos os sistemas da GAtec. Além da total integração com os sistemas agrícolas dos clientes, o potencial tecnológico do SimpleFarm fará com que o Commerce deixe de ser apenas um Software de controle e passe a ser uma plataforma de comercialização de commodities, o que aumentará drasticamente seu potencial.

A nova versão já está saindo do forno e entrará em testes integrados com o ERP SAP em breve. Desenvolvida em uma plataforma web, essa nova versão não representa apenas um salto tecnológico, mas também leva diversas inovações que vão facilitar o dia a dia dos clientes, possibilitando que estes transacionem um volume muito mais alto de produtos de forma segura. “O Commerce será acessado 100% via internet, sem qualquer necessidade de instalação na máquina do usuário. É como utilizar um website, mas com a performance e a capacidade de um moderno sistema de informação, plenamente integrado aos principais ERPs do mercado”, afirma Ramos.

Ainda de acordo com o diretor da GAtec, não apenas os produtores e tradings vão se beneficiar com a nova versão, mas todos os agentes envolvidos na comercialização de commodities agrícolas, como despachantes, transportadores, certificadores de peso, entre diversos outros. Todos esses profissionais poderão ter acesso à nossa plataforma de comercialização e fazer consultas, enviar e receber arquivos, entre outras coisas. “O Commerce entrará em outro patamar, deixando de ser um software para ser uma plataforma avançada de relacionamento entre os diversos profissionais e empresas envolvidos na comercialização de commodities para mercado interno e externo. Sua tecnologia avançada possibilita isso”, salienta.

Diferenciais

A plataforma começou a ser desenvolvida em 2007 e de lá para cá a ferramenta foi sendo aperfeiçoado para se tornar uma solução completa. Os seus diferencias quando comparados a tecnologias semelhantes no mercado são inúmeras. Entre elas destaca-se: a fácil integração do processo de compra e venda de commodities agrícolas dos mercados interno e externo, pois a ferramenta segue toda a norma internacional. Somado a isso, realiza a rastreabilidade total das operações garantindo a qualidade e as informações de cada produto, da origem ao destino.

Leia Também: 

O Commerce está disponível para diversos segmentos dentro do agronegócio, são elas: milho, soja, açúcar, carne, citros e pecuária. Entretanto a ferramenta também se destaca na cultura de algodão. “Devido às características dessa cultura, o software precisa ser capaz de controlar as operações com base nas características individuais dos fardos de pluma, que formam lotes de comercialização com suas especificidades de peso, qualidade e precificação. Toda essa complexidade requer controles rígidos, já que é um mercado seleto e muito baseado em confiança e segurança nos dados, levando transparência ao comprador”, afirma Ramos.

Hoje, o sistema atual já é responsável pela comercialização das commodities agrícolas de 17 grandes produtores rurais, além de quatro tradings que o utilizam para executar compras e vendas. “A simplificação que o Commerce trouxe a essas operações é sem paralelo no mercado, porque tanto o usuário quanto os gestores conseguem visualizar e controlar a quase totalidade do processo no sistema, sem a necessidade do uso de planilhas eletrônicas. Esperamos que a nova versão 100% online que estará disponível ao mercado em meados de setembro desse ano, traga ainda mais benefícios e facilidades aos nossos clientes”, destaca o diretor da Gatec.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui