KONCILI esclarece as principais dúvidas dos sellers com dicas para melhorar o desempenho de vendas nos marketplaces

Enquanto uma das datas mais importantes para o comércio eletrônico no Brasil se aproxima com a promessa de uma grande temporada de liquidações, sellers de todos os tamanhos e segmentos se mobilizam para aproveitar ao máximo a euforia dos consumidores ávidos pelas ofertas da Black Friday.

Pensando nisso o KONCILI, o primeiro software de conciliação de pagamento dos marketplaces do mercado, criado e desenvolvido pelo Grupo DB1, compilou algumas dicas em resposta às principais dúvidas dos sellers, abordando temas como precificação, conciliação automática, datas de repasses, regras dos principais marketplaces e automatização do processo de repasses.

Uma das coisas mais importantes na hora de vender em marketplaces é como precificar um produto, algo que precisa ser feito com bastante atenção. Para ter sucesso neste processo é preciso realizar ajustes constantes nas margens dos produtos, além de analisar os seus resultados. Um produto precificado de maneira errada pode ocasionar uma venda no prejuízo e assim, impactar negativamente o caixa da empresa.

Ter certeza de tudo que afeta o preço final do seu produto é essencial para obter os melhores lucros. O gerenciamento e a realização da conciliação dos repasses dos marketplaces eficientes, automatizados e sem erros, permitem entender o real lucro das vendas nos diversos canais.

Quem nunca teve dúvidas sobre o lucro real de suas vendas em marketplaces? São tantas regras a serem observadas que erros podem acontecer tanto da sua parte, quanto dos canais de vendas e ferramentas. E isso pode ser um grande problema para a saúde financeira do seu negócio.

Nesse sentido a conciliação automática permite que o seller tenha uma visão mais ampla e estratégica de suas vendas para que, com dados reais, possa investir nos canais com melhores resultados, ampliando suas vendas.

Na média, os canais tendem a cobrar uma taxa de comissionamento que gira em torno de 16% sobre o valor do produto. Mas, essa quantia pode variar para mais e para menos, conforme as políticas do próprio canal de marketplace, ou ainda levando em conta o tamanho do negócio que será integrado, seu nicho de mercado, e as formas de recebimento.

Estar a par das regras de repasses dos principais marketplaces é uma das mais árduas tarefas para os sellers que atuam em múltiplas plataformas, sobretudo no que diz respeito aos prazos de pagamento e ciclos, já que cada um deles trabalha de forma diferente, de acordo com o contrato vigente.

O que pode tornar a tarefa de conciliar mais fácil e sem erros é ter uma ferramenta que unifique dados, e gere relatórios importantes para a gestão e saúde financeira do seu negócio. Isso traz segurança e agilidade no processo, permitindo assim compreender também os canais com melhores desempenhos, produtos com maior saída e que geram maior receita e entender como andam as finanças da empresa.

É justamente na conciliação financeira que o planejamento surge e gera um foco maior em processos práticos de venda. Entre as razões para conciliar os repasses dos marketplaces de uma forma mais organizada estão a segurança nos repasses, a verificação dos resultados por meio de gráficos, o controle de pagamentos parcelados e do comissionamento adequado.

Automatizar o processo de repasses dos marketplaces é muito mais importante do que apenas facilitar a execução de projetos financeiros. Ter esses dados e pagamentos de forma clara e precisa permite uma gestão financeira muito mais eficiente.

“Muitas empresas ainda se perdem no ‘pós Black Friday’, pois não conseguem manter o rendimento de suas vendas no mesmo ritmo. Por isso contar com soluções que assegurem um processo de repasse de maneira automática é essencial para manter o lucro conquistado”, informa Cássio Serea, diretor do KONCILI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui