Conheça a tecnologia FreeSync de TVs

Publicidade

O universo dos gamers tem se expandido de maneira muito expressiva, tanto no Brasil como no mundo. Para que isso aconteça, existe uma constante renovação no mercado, com avanços tecnológicos que trazem diversos benefícios para quem trabalha com jogos.

Se antes os computadores eram os únicos dispositivos usados para esse fim, hoje é possível unir tecnologias de diferentes aparelhos eletrônicos para maximizar a experiência do jogador, a exemplo da TV e home theater. No caso específico da TV, uma tecnologia vem ganhando notoriedade: a FreeSync.

Hoje você vai conhecer um pouco mais sobre esse recurso, que tem melhorado de maneira significativa a imagem transmitida para a sua televisão.

O que é FreeSync?

Publicidade

Criado pela fabricante norte-americana AMD (Advanced Micro Devices), a tecnologia FreeSync está presente com muita força em monitores usados pelo público gamer incluindo, obviamente, alguns modelos de TV. O objetivo principal desse recurso é inibir a “quebra de quadros” quando o jogo está rodando.

Você pode estar se perguntando o que isso significa. Primeiramente, é preciso compreender que há um processamento das imagens tanto na placa de vídeo como na tela propriamente dita. A placa é responsável por sintetizar o conteúdo a uma determinada velocidade e depois enviar tais informações para o monitor.

É a partir desse mecanismo que se obtêm as imagens que você consegue enxergar. Cada monitor tem uma frequência de reprodução de quadros (frames) que vai de 60 a 240 Hz, a depender do modelo, em que o número indica quantas vezes um quadro será reproduzido por segundo.

O problema é quando existe uma oscilação entre a frequência da placa de vídeo e a do seu monitor. Se você tem, por exemplo, uma tela de 60 Hz e sua placa oscila, ficando abaixo desse número, acontece o chamado screen-tearing, isto é, um corte dos quadros exibidos, o que dificulta a visualização da imagem em tempo real.

Isso geralmente acontece com jogos muito pesados, que demandam resolução maior. O FreeSync surge, portanto, para inibir esse problema, que atrapalha a vida de muitos jogadores, e ainda garantir maior estabilidade na imagem.

Como funciona?

No caso das TVs, é preciso entender que todo modelo tem um limite de quadros por segundo (FPS, abreviação de frames per second, em inglês) alcançado de forma independente da fonte de sua imagem. Quando se vai exibir um filme, séries e programas de TV de forma geral, isso não é nada complicado.

No entanto, quando se trata da reprodução de jogos, pode haver dificuldade nessa reprodução devido à complexidade de gráficos reproduzidos em uma frequência muito superior. É nesse ponto que entra a tecnologia FreeSync.

Tal recurso faz com que cada quadro enviado pela placa de vídeo seja carregado por inteiro antes de ser finalmente exibido na sua tela. Isso significa que a imagem só vai aparecer quando houver um carregamento completo, evitando, assim, o aparecimento de falhas.

Vale lembrar que é necessário que o dispositivo usado gabinete de computador ou videogame seja compatível com a tecnologia FreeSync. Caso contrário, você terá um prejuízo na sua performance.

Para quem é indicado?

Como dito anteriormente, a tecnologia FreeSync traz como principal benefício a melhora na estabilidade da transmissão das imagens. Porém, seu uso é indicado muito mais para jogadores profissionais e amadores que precisam de maior conforto visual na hora de jogar online.

Se esse é o seu caso, vale a pena investir em um modelo de TV que tenha esse recurso disponível. Dessa forma, você evitará os riscos com o atraso da transmissão dos frames e ainda obtém imagens muito mais fluídas e suaves na sua tela.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui