Mais

    Conheça cinco atributos para adotar na sua empresa no mundo pós-pandemia

    Publicidade

    A mudança sempre fez parte dos desafios da liderança e das organizações. Flexibilidade e resiliência, comportamentos que, antes, não eram tão prioritários ou necessários, agora, são essenciais. Pensando em todas essas transformações, a equipe do Aplicativo Express Yourself composta por profissionais da área de psicologia, consultoria de recursos humanos e especialista em produtividade selecionou atributos necessários que a sua empresa deve ter no mundo pós-pandemia.

    FLEXIBILIDADE

    Publicidade

    A flexibilidade é uma das competências mais cobradas no mercado de trabalho, porém, muitas vezes, nem sempre é colocada à favor dos colaboradores. O modelo de trabalho home office mostrou o quanto pode ser vantajoso dar mais liberdade para que os profissionais organizem a sua própria rotina de trabalho. Isso agrega valor para empresa e, consequentemente, maior satisfação pessoal e profissional.

    RESILIÊNCIA

    É uma competência que deve ser estimulada no comportamento do líder e da equipe, já que somente essa característica pode ressignificar novos aspectos da vida pessoal e profissional.

    COLABORAÇÃO

    Publicidade

    O trabalho em equipe é fundamental para o sucesso de qualquer organização. Mas é preciso que o líder tenha as ferramentas corretas para estimular esse comportamento, pois é ele quem vai estimular a harmonia entre os membros da equipe e a resolução de problemas.

    FOCO NOS RESULTADOS

    É importante que qualquer equipe direcione seus esforços para um objetivo em específico. Aqui, vale dividir um grande projeto em metas  de curto, médio e longo prazo. Só não vale ficar paralisado em frente aos novos desafios.

    MELHORIAS

    Estimule alternativas que incentive a produtividade da sua equipe. Vale uma premiação saudável, horários alternativos e entender o que pode estar acontecendo de errado para melhorar.

    Sobre o Express Yourself:

    O aplicativo apoia empresas nos seguintes pontos: promoção de uma gestão adequada ao cenário de crise; conhecimento como está a situação de cada colaborador neste momento; atuação nas principais causas de engajamento e motivação; desenvolvimento da liderança; construção de vínculo de confiança e foco em pessoas; mensuração e acompanhamento do clima organizacional; antecipação de ações relativas ao bem estar físico e mental; e construção de um RH atual, que utilize dados de forma ágil e analítica.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui