Covid-19 impulsiona mercado para profissionais criativos

0
Daniel Rivers artista 3D e fundador da Escola Rivers de Games e Design

Especialista dá dicas de como melhorar as habilidades e aproveitar as oportunidades

A quarentena imposta em muitos países para deter a pandemia de Covid-19 fez com que cinemas, teatros e casas de shows se tornassem indisponíveis para a população. Isso levou a uma busca por outras formas de entretenimento, gerando também um aumento de 20% no uso de serviços de streaming no mundo durante esse período, de acordo com a Bloomberg. O 20th Century Fox Television, controlado pela Walt Disney, anunciou em maio que o estúdio de animações recebeu um aumento de 25% nos pedidos de desenvolvimento nesse período de quarentena.

Esse cenário apresenta diversas oportunidades para os profissionais criativos, segundo Daniel Rivers, artista 3D e fundador da Escola Rivers de Games e Design – onde também leciona -, e parceiro da Wacom, fabricante líder mundial de tablets e displays interativos. “Nesse período, algumas demandas têm aumentado. Há um grande número de empresas que precisam de artes publicitárias para melhorar a divulgação de seus serviços, por exemplo”, explica.

Para quem está começando agora no mercado, Rivers explica que é necessário ter organização e estabelecer uma rotina. “Atualmente, temos aplicativos e outras opções tecnológicas para nos ajudar a sermos mais organizados. Separar horas para estudos, horas para treinos artísticos, horas para exercícios físicos, etc.”

Investir em cursos de aprimoramento, treinar diariamente as próprias técnicas e adquirir o equipamento adequado são essenciais para os profissionais da área. “Sem uma boa máquina não há base para nenhum programa e estudos. Sem a mesa digitalizadora, ficamos limitados à estudos somente com o mouse. Recomendo sempre computadores com processamento para alto desempenho e mesas digitalizadoras Wacom, que são as melhores do mercado”, complementa o professor.

O aprendizado pode variar conforme a área, mas para quem busca profissionalização no ramo digital, Rivers sempre recomenda bons estudos de psicologia e harmonia das cores. “As cores, independente da mídia e plataforma, sempre causam grandes impactos nas artes. Além disso, bons estudos de luz e sombra, anatomia, poses e cenários são interessantes para iniciantes.”

Outra boa aposta para esses profissionais é aproveitar o momento para atualizar o portfólio e investir no universo digital. “Um bom portfólio nunca sai de moda e sempre é uma boa vitrine para novos contratantes. Além disso, o ambiente on-line é maravilhoso para quem está começando agora. Vemos diversos casos famosos de pessoas trabalhando para grandes produtoras via home office”, afirma o especialista.

“Para a Wacom é muito importante auxiliar as pessoas a criarem algo autêntico. Realizamos constantemente webinars com grandes profissionais, como Daniel Rivers, para ensinar e dar dicas para a criação de todos os tipos de arte”, comenta Thiago Tieri, gerente de marketing da Wacom no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui