Crédito barato e descomplicado para as pequenas empresas

Publicidade

A Caixa Econômica Federal anunciou no início de julho a disponibilização de R$ 6,3 bilhões em crédito pelo Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). É importante ressaltar que o banco estatal impõe algumas restrições para acesso a esse crédito, como receita bruta de até R$ 360 mil para microempresas ou faturamento entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões para pequenas empresas em 2020. As operações são de 48 meses (quatro anos), com 11 meses de carência (pausa para o pagamento da primeira prestação) e financiamento em 37 parcelas.

Os juros equivalem à taxa Selic (juros básicos da economia) mais 6% ao ano. Atualmente, a Selic está em 3,5% ao ano. Cada empresa poderá pegar até R$ 150 mil em crédito, somadas as operações já contratadas.

No entanto, algumas fintechs como a Vallus Capital oferecem opções de acesso ao crédito por meio de antecipação de recebíveis, sem burocracia e rapidamente, bastando alguns cliques no website ou aplicativo.

Publicidade

Para Caio Mastrodomenico, CEO da Vallus Capital, essa opção é mais interessante do que realizar empréstimos ou utilizar outros recursos bancários que, além das taxas, podem levar até 30 dias para aprovação. “Posso dizer que defendo essa prática de modo linear, pois ajuda a controlar o caixa de forma mais simples, visto que a antecipação de compras parceladas tem como benefício dispor do valor mais rápido, evitando a utilização de outros meios para manter a empresa funcionando de forma saudável”, argumenta.

Mastrodomenico ainda ressalta que a antecipação de recebíveis pode ser de grande ajuda para os empreendedores associados ao Pronampe por conta da ampliação da carência de pagamentos de empréstimos para até 11 meses, tornando o fluxo de caixa da pequena empresa ainda mais viável.

Outra vantagem apontada pelo CEO da Vallus Capital é terceirizar as cobranças, permitindo que os empresários foquem mais tempo na operação e em atividades estratégicas que podem melhorar o desempenho do negócio em questão.

O executivo informa que a taxa de deságio da Vallus Capital é competitiva com o mercado, mas o real atrativo é o fato de que o processo para análise de solicitação é rápido e o valor antecipado é disponibilizado no mesmo dia. “Entendemos que a pandemia está sendo ainda mais complicada para os empreendedores. Diversas pesquisas indicam que empresários precisaram paralisar ou fechar de vez suas portas, impactando também na vida dos colaboradores. Por isso, acreditamos que essa opção, além de trazer o capital de volta ao caixa, é também uma maneira de impulsionar esses comércios”, pondera Mastrodomenico.

*Caio Mastrodomenico é CEO da Vallus Capital. Pós-graduado em Mercado Financeiro e de Capitais e analista político e econômico.

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui