Duas vagas para um candidato: Empresas de tecnologia disputam talentos, indica Revelo

Publicidade

As oportunidades de emprego costumam ter uma concorrência muito alta. Porém, para quem está nesta disputa na área de tecnologia encontra um outro cenário: a proporção é de um profissional para duas vagas, colocando as empresas em competição para conquistar talentos. Esse levantamento foi feito pela Revelo, startup líder de recrutamento em tecnologia para a América Latina, que avaliou 45 mil postos de trabalho em aberto.

“Essa análise indica uma dificuldade das empresas encontrarem profissionais capacitados para preencher essas lacunas e coloca as companhias numa espécie de corrida para quem consegue o melhor profissional”, declara Lachlan de Crespigny, co-fundador da Revelo.

De acordo com o executivo, essa baixa concorrência entre candidatos, ao mesmo tempo que favorece o aumento de salários – uma alta de 55% em março de 2021, atrapalha a retenção de talentos nas empresas.

Publicidade

Invés dos especialistas precisarem se destacar, é a vez das companhias oferecerem motivos para serem escolhidas. “Temos enxergado cada vez mais empresas engajadas em oferecer uma gestão humana, com flexibilidade de horário e local de trabalho. Pacotes de benefícios são importantes. Além do plano de saúde e do vale alimentação, diferenciais como plano de carreira e parcerias com academias de ginástica e incentivo para capacitação tem peso importante na decisão”, explica Crespigny.

Para os candidatos, ainda é necessário ter mais habilidades e competências, chamadas de soft skills, além de ser especialista e se identificar com os valores da empresa, para que esteja sempre melhor posicionado durante o processo seletivo. Os hard skills, como são denominados as técnicas de linguagens de programação, conhecimento de outros idiomas, etc., também são diferenciais que aumentam a competitividade.

“Para acompanharem as constantes transformações do setor, os candidatos precisam investir em sua carreira. Os cursos de capacitação são bem avaliados e podem abrir um leque de oportunidades de trabalhos. Aptidões como nível de inglês, conhecimentos técnicos aplicados na área de atuação e estar antenado nas notícias e novidades do setor são imprescindíveis”, finaliza Lachlan.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui