Mais

    Empreendedor fatura 20 milhões de reais popularizando aplicação de toxina botulínica para classe B e C

    Publicidade

    Tornar acessível a uma gama maior da população a aplicação de toxina botulínica, comumente chamada de botox, foi o objetivo do guatemalteco Rafael Mansilla. O empresário, que já possui outro negócio em seu país de origem, a Guatemala, sentiu a necessidade de investir em algo que pudesse acompanhar de perto. Morando no Brasil desde 2000, enxergou em 2019 no mercado de beleza voltado para as classes B e C uma grande oportunidade. Junto com outros quatro empreendedores dos ramos de estética, varejo e tecnologia, formataram a Botocenter, um negócio 100% brasileiro com foco em levar para as pessoas que nunca tiveram acesso a toxina botulínica uma oportunidade de se cuidarem por um custo-benefício justo. Mesmo diante de um cenário econômico instável, a rede de clínicas de estética especializadas na aplicação do produto faturou 20 milhões de reais em 2021 e a projeção é chegar aos R$50 milhões em 2022.

    Com 26 unidades instaladas nos principais shoppings do país, a franquia consegue oferecer um preço acessível aos consumidores e ainda manter a rentabilidade dos franqueados em alta por trabalhar com serviço de recorrência. A marca criou um plano de assinatura anual, em que todos os procedimentos são ministrados por dentistas e o protocolo de aplicação contempla três regiões do rosto: testa, lateral dos olhos e glabela. Cada unidade tem capacidade de realizar 2.370 aplicações por mês. A rede nasceu em setembro de 2019 na cidade de Recife, Pernambuco, e com a pandemia e o período mais restritivo das atividades, aproveitaram o momento para organizarem os processos da empresa e investirem em marketing online. Na época, apostaram em vendas de pacotes para serem usados no futuro, uma estratégia que rende frutos até hoje.

    Publicidade

    As melhorias realizadas no processo e a retomada econômica são fatores determinantes para a marca conquistar a meta de encerrar 2022 com 65 operações, entre inauguradas e comercializadas, atingindo todo território nacional, sendo os pontos de interesse para a expansão as cidades com mais de 100 mil habitantes. “Este ano estamos muito otimistas, pois acreditamos que mesmo com o aumento nas últimas semanas de casos de Covid-19, a vacina será eficiente para não voltarmos aos momentos mais críticos da pandemia. Além disso, como a volta da população às ruas, acreditamos que teremos uma demanda reprimida, já que com o aumento da socialização das pessoas, cresce também os cuidados com a aparência”, explica Mansilla, hoje ocupando o posto de diretor executivo e financeiro da Botocenter.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui