Mais

    Evento sobre automação acontece de forma on-line dia 31 e mostrará a diferença entre custo e investimento

    Publicidade

    Quem é empreendedor sabe que para se manter no mercado é preciso antecipar as necessidades dos consumidores, porque é isso que vai colocar a empresa em evidência. E, justamente para falar das principais tendências que vão gerir o mundo dos negócios, é que será realizado, entre os dias 31 de janeiro e 4 de fevereiro de 2022, de forma on-line e gratuita, o CSummit, um evento para que c-levels (executivos sêniores) compreendam, através de histórias e exemplos, os caminhos traçados que transformaram empresas em cases de sucesso.

    Entre as personalidades que já confirmaram presença, ganham destaque: Franklin Luzes, vice-presidente de Inovação, Transformação e Novos Negócios da Microsoft; Estanislau Bassols, gerente geral da Mastercard; Luiz Medici, vice-presidente de Dados e Inteligência Artificial da Vivo; Milton Beck, diretor-geral do LinkedIn para a América Latina; Mafoane Odara, líder em Recursos Humanos do Facebook para a América Latina; Patricia Madeira, COO do Climatempo; Marcelo Martins, CTO do GetNinjas; Poliana Sousa, líder da marca Coca-Cola na América Latina; Samantha Almeida, diretora da área de criação de conteúdo da Globo; Patricia Rocha, jornalista e apresentadora da BandNews; entre outros.

    Publicidade

    Na ocasião, haverá também uma entrevista com Emauri Gaspar, Co-Founder da Run2Biz, que falará da importância dos investimentos na hiperautomação. “Com a pandemia os consumidores, empresas, colaboradores e fornecedores amplificaram o uso da internet para manter seus padrões de consumo e suas operações. Num primeiro momento, da forma como foi possível, mas a competição e a diferenciação movimentaram para um novo campo de batalha: o digital. Empresas que tinham participações tímidas no digital aceleraram a sua presença. Investiram em novos e mais eficientes serviços. A competição está sendo travada buscando a melhor experiência digital. Importante saber que o consumidor ficou mais exigente e ampliou suas possibilidades de empresas fornecedoras. A decisão de investir em automação e na presença digital já não é um mero investimento, mas uma questão de sobrevivência para muitas empresas e instituições públicas.”

    Neste aspecto, ele mostrará porque o investimento em hiperautomação não é mais uma opção, e sim uma exigência. O aumento da eficiência e a redução de custos são bem vantajosos às organizações. “A hiperautomação gera elevada agilidade. Produz maiores volumes, dentro do padrão estabelecido, sem os custos progressivos com a mão de obra e podendo funcionar bem 24 horas por dia. Possui alto grau de monitoramento e se ajusta de forma fácil a qualquer curso de produção”.

    Esse tipo de investimento traz bons retornos financeiros à empresa. Custos operacionais reduzidos; diminuição do desperdício associado às falhas humanas em todos os sentidos; garantia de padronização e melhora de seus produtos e serviços; além do aumento da segurança dos funcionários e da empresa como um todo. “E o melhor: com métricas automatizadas e precisas de todas as informações, cada setor consegue calcular com exatidão a produtividade e o que pode ser aperfeiçoado, trabalhando em consonância, inclusive, com outros departamentos para o ajuste de processos e a implementação de novas estratégias”, comenta Emauri.

    A entrevista com Emauri Gaspar será intermediada por Patricia Rocha, jornalista e apresentadora com mais de 15 anos de TV, desde 2017 como âncora do BandNews TV no noticiário diário, ao vivo. O tema do bate-papo será “Três motivos para mudar radicalmente sua gestão usando hiperautomação”.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui