sábado , 18 maio 2024
Ínicio Carreira Empregos Fui demitido, e agora? Estrategista financeira explica o que fazer com a rescisão
Empregos

Fui demitido, e agora? Estrategista financeira explica o que fazer com a rescisão

859

As manchetes não negam que muitas empresas estão passando por um momento delicado. Demissões em gigantes globais que afetam escritórios no mundo todo, além de cortes em empresas nacionais, levam muita gente a se perguntar: o que fazer ao receber a rescisão de contrato, principalmente quando os valores, dependendo do tempo de trabalho, podem render uma boa quantia?

“É muito importante conhecer o perfil dessa pessoa e entender seus sonhos e dificuldades do momento. Muita gente fica insegura pela instabilidade que pode vir, mas com as decisões certas é possível montar um plano sólido de ação, com bons investimentos, para garantir um período de busca de uma nova posição com mais tranquilidade”, conta Jenni Almeida, estrategista financeira, consultora de investimento CVM, CEO da Invest4U, especializada em finanças em Harvard Business School.

O primeiro passo é colocar no papel todos os gastos da pessoa, da casa e da família. “Se ainda não existe um entendimento das contas, com tudo na ponta do lápis, é preciso entender todas as despesas com detalhes para poder planejar os próximos passos”, aconselha Jenni.

Outra dica importante é para aqueles que pensam em empreender, e nesse caso é necessário estudar ainda mais a fundo as finanças e construir um plano de negócios. “Esse plano deve levar em consideração tudo o que envolve esse investimento, desde o local que ele será instalado, preços praticados, concorrência, formas de divulgação, público que pretende atingir, marketing, enfim, quanto mais caprichado for esse passo menor a chance de erro”, alerta.

Já para quem opta por continuar com a carteira de trabalho assinada o estudo é para escolher onde investir. “O valor recebido da rescisão quando bem aplicado pode gerar ótimos rendimentos, dando oportunidade de ter aquela renda extra, fazendo o dinheiro trabalhar sozinho e ampliando o patrimônio de quem, um dia vai viver dessa renda e se aposentar”, explica.

Mas a especialista também alerta para o cuidado com os gastos nesse momento: “Principalmente quem tem muitos anos de casa, os valores podem ser altos, mas vão embora rápido se a pessoa não se organizar e planejar até se posicionar no mercado novamente, por isso é tão importante investir certo e procurar bons rendimentos, ainda mais nesse momento em que as taxas estão boas para colocar o dinheiro em investimentos de baixo risco”, finaliza Jenni.

Compartilhar

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdo Relacionado

Insatisfação profissional: pesquisa revela panorama do trabalho no Brasil

O trabalho ocupa uma parte significativa de nossas vidas, influenciando nosso bem-estar...

Conheça o visto de trabalho que facilita a entrada de brasileiros no Reino Unido

Com o intuito de facilitar a entrada de imigrantes com alta qualificação...

Trabalho sem fronteiras: nômades digitais brasileiros buscam cada vez mais a Espanha como destino

Trabalhar como nômade digital atrai muitas pessoas, especialmente pelos benefícios como liberdade...