Mais

    Golpes envolvendo celebridades

    Publicidade

    Todas as semanas novos golpes digitais são relatados, todos com o mecanismo básico de convencer a vítima a obter um ganho e de se aproveitar daquela oportunidade. São ofertas de produtos por menos da metade do preço, empréstimos sem juros e com crédito pré-aprovado, venda de veículos muito abaixo dos valores de tabela, dentre tantos outros exemplos.

    Mesmo com constantes dicas de prevenção divulgadas pelos meios de comunicação, autoridades policiais e especialistas, as fraudes continuam em crescimento no país. Em 2001 foram cerca de 2 milhões de golpes reportados e neste ano estima-se um crescimento de ao menos 50%.

    Publicidade

    Com as pessoas mais alertas, os golpes tornam-se mais sofisticados. Segundo Francisco Gomes Júnior, advogado especialista em direito digital e presidente da ADDP (Associação de Defesa de Dados Pessoais e Consumidor), os golpes neste ano incrementaram dois novos elementos, o emocional afetivo e a presença de celebridades. “O aspecto emocional surge nos golpes do amor, golpe do Tinder e até mesmo no golpe do nudes, que são golpes que mexem com o aspecto afetivo da vítima, geralmente de carência física ou sentimental. E os golpes com celebridades são aqueles que utilizam a imagem de pessoas conhecidas, sem que elas saibam, para vender produtos, cursos e outros serviços. A presença de alguém conhecido e com boa imagem traz a credibilidade necessária.”

    O golpe do amor ou Tinder é aquele em que o golpista encontra o perfil da vítima em um aplicativo de namoro, estabelece contato, começa a conversar diariamente e vai conquistando a confiança aos poucos. Quando o processo estiver mais evoluído, o golpista irá pedir, em alguma emergência, que a vítima faça algum pagamento, empreste o cartão de crédito ou faça uma transferência para sua conta, com a promessa de posterior devolução, que nunca virá. Os filmes “O Golpista do Tinder” e “Inventando Ana”, ambos exibidos na Netflix, exemplificam estes golpes.

    O golpe do nudes geralmente se inicia com uma mensagem em rede social com a legenda “quero mandar um nudes para você, tenho esse fetiche”. Ao responder à mensagem, a vítima recebe a foto e, em poucos dias, também estará em contato com a pessoa que a enviou. Até que, em certo momento, será abordado por outro golpista que se dirá pai da menina que mandou as fotos e que ela é menor de idade. Para que a vítima não seja denunciada à polícia, deverá efetuar um pagamento. É uma extorsão.

    Em relação às celebridades, simplesmente se utilizam de fotos delas para promover algo, para dar credibilidade a algum produto ou venda. “Pode parecer caricato, mas não me surpreenderei se surgirem perfis da Gisele Bündchen em perfis de namoro e amizade agora que houve o anúncio do divórcio dela. Não quero brincar com uma situação extremamente sensível, sobretudo para quem está se divorciando, mas não é impossível que golpistas queiram se passar por ela (uma celebridade mundial), criem uma engenharia social que levem vítimas a acreditar que se trataria dela mesma, para que, com isso, consigam arrancar dinheiro dos iludidos. Parece exagero? Muitos golpes parecem absurdos, até acontecerem. Então fica o aviso, não se empolgue se encontrar Gisele Bündchen no Tinder. Como diz o ditado “o golpe está aí, cai quem quer”, avalia o especialista.

    Publicidade

    Francisco Gomes Júnior – Sócio da OGF Advogados. Presidente da Associação de Defesa de Dados Pessoais e do Consumidor (ADDP). Autor do livro Justiça Sem Limites.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui