iFood amplia formas de pagamento com PIX

Usuários do aplicativo poderão realizar pagamento dos pedidos também com chave do PIX

0

 A partir de hoje, o iFood amplia a cobertura do meio de pagamento PIX para seus usuários. A novidade faz parte da estratégia da plataforma para deixar a vida de seus consumidores mais prática, cômoda e segura, acompanhando a inovação e digitalização dos meios de pagamentos, cada vez mais presente na rotina dos brasileiros.

O Pix traz mais praticidade para os consumidores que usam a plataforma e funciona como uma chave para pagamento com liquidação instantânea,  a partir da estrutura do Banco Central. Os bancos como Bradesco, Santander, Itaú, C6, Nubank, Branco do Brasil, Caixa Econômica e PicPay já utilizam a transação sem qualquer custo para o cliente.

“Como referência no setor, estamos sempre buscando novas alternativas para facilitar a vida de todo nosso ecossistema, tanto parceiros como usuários e investido cada vez mais em inovação. Além disso, o Pix chega também para possibilitar o acesso daqueles que não possuem cartões de crédito ou não querem comprometer seus limites” , comenta Mauro Piazza, Diretor de Produtos do iFood.

Para utilizar o meio de pagamento no iFood é fácil: basta selecionar a opção, sem necessidade de cadastro prévio e um código será gerado. Após copiá-lo, o cliente deverá entrar no banco de sua chave Pix e finalizar a transação, acessando “código QR ou QR code” e inserindo o código na função “Copia e Cola”. O consumidor terá 5 minutos para fazer a conclusão e então ele será enviado à loja. Caso o pagamento não seja efetuado, o pedido ficará como ‘não realizado’. Para usar um novo meio de pagamento o consumidor terá que realizar o pedido novamente.

O meio de pagamento estará disponível nas cidades de Campinas, Curitiba, Recife, Porto Alegre, Goiânia, Guarulhos, Salvador, Ribeirão Preto, Santo André, Maceió, Londrina, Florianópolis, Niterói, São Bernardo do Campo, João Pessoa, Belém, Uberlândia, Campo Grande, Manaus, Maringá e Natal. A expectativa é atingir todas as regiões do Brasil nas próximas semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui