INSS 2021: veja o calendário de benefícios

0

O governo já divulgou o calendário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para 2021. Os pagamentos contemplam que receber aposentadoria, pensão ou auxílio-doença, que são benefícios públicos. Se você quer saber as datas de pagamento do seu benefício ao longo do ano, leia este artigo até o fim.

Divulgado no dia 2 de dezembro, o calendário do INSS de 2021 traz uma tabela completa com os dias de pagamentos para diferentes tipos de benefícios. A aposentadoria pública é o único benefício que muitos idosos recebem, mas a tendência é que no futuro isso mude. Com a nova Reforma da Previdência, muitas pessoas estão começando a apostar na previdência privada. 

Quem deseja ter uma renda complementar a aposentadoria pública no futuro, pode escolher um plano VGBL ou PGBL e começar a investir pensando lá na frente. Essa é a melhor opção para quem não deseja depender apenas do estado para ter mais qualidade de vida, quando parar de trabalhar. 

Calendário do INSS 2021

O calendário abrange a maior parte dos 35 milhões de segurados. A tabela completa é definida por tipo de benefício e para saber a data exata do seu pagamento, é preciso levar em conta o número final do seu benefício, sem considerar o dígito. Se você não sabe qual é o seu número, faça o cadastro no sistema Meu INSS para descobrir.

Como aconteceu neste ano, os pagamentos são feitos entre o dia 25 de um mês até o quinto dia útil do novo. Atualmente, o salário-mínimo é de R$ 1.045 e a previsão é de ele seja fixado no valor de R$ 1.088 para 2021. 

Confira o calendário completo abaixo:

Para quem recebe até 1 salário-mínimo 

  • Final 1 – 25/1, 22/2, 25/3, 26/4, 25/5, 26/7, 25/8, 24/9, 25/10, 24/11 e 23/12.
  • Final 2 – 26/1, 23/2, 26/3, 27/4, 26/5, 25/6, 27/7, 26/8, 27/9, 26/10, 25 /11 e 27/12.
  • Final 3 – 27/1, 24/2, 29/3, 28/4, 27/5, 28/6, 28/7, 27/8, 28/9, 27/10, 26/11 e 28/12.
  • Final 4 – 28/1, 25/2, 30/3, 29/4, 28/5, 29/6, 29/7, 30/8, 27/9, 28/10, 29/11 e 29/12. 
  • Final 5 – 29/1, 26/2, 31/3, 30/4, 31/5, 30/6, 30/7, 31/8, 30/9, 29/10, 30/11 e 30/12.
  • Final 6 – 1/2, 1/3, 1/4, 3/5, 1/7, 2/8, 1/9, 1/10, 1/11, 1/12 e 3/1/2022. 
  • Final 7 – 1/2, 1/3, 1/4, 3/5, 1/6, 1/7, 2/8, 1/9, 1/10, 1/11, 1/12 e 3/1/2022. 
  • Final 8 – 3/2, 3/3, 6/4, 5/5, 4/6, 5/7, 4/8, 3/9, 5/10, 4/11, 3/12 e 5/1/2022. 
  • Final 9 – 4/2, 4/3, 7/4, 6/5, 7/6, 6/7, 5/8, 6/9, 6/10, 5/11, 6/12 e 6/1/2022. 
  • Final 0 – 5/2, 5/3, 8/4, 7/5, 8/6, 7/7, 6/8, 8/9, 7/10, 8/11, 7/12 e 7/1/2022. 

Para quem recebe acima de 1 salário-mínimo 

  • Finais 1 e 6 – 1/2, 1/3, ¼, 3/5, 1/6, 1/7, 2/8, 1/9, 1/10, 1/11, 1/12 e 3/1/2022. 
  • Finais 2 e 7 – 1/2, 1/3, 1/4, 3/5, 1/6, 1/7, 2/8, 1/9, 1/10, 1/11, 1/12 e 3/1/2022. 
  • Finais 3 e 8 – 3/2, 3/3, 6/4, 5/5, 4/6, 5/7, 4/8, 3/9, 5/10, 4/11, 3/12 e 5/1/2022. 
  • Finais 4 e 9 – 4/2, 4/3, 7/4, 6/5, 7/6, 6/7, 5/8, 6/9, 6/10, 5/11, 6/12 e 6/1/2022.
  • Finais 5 e 0 – 5/2, 5/3, 8/4, 7/5, 8/6, 7/7, 6/8, 8/9, 7/10, 8/11, 7/12 e 7/1/2022. 

Pagamento final do calendário 2020 

Muita gente já pensando em 2021, mas é preciso lembrar que o último pagamento do calendário deste ano ainda vai ser feito. Os segurados devem receber entre 22/12/2020 e 8/1/2021. Confira abaixo a tabela do último pagamento deste ano:

Para quem recebe até 1 salário-mínimo

  • Final 1 – 22/12
  • Final 2 – 23/12
  • Final 3 – 28/12
  • Final 4 – 29/12
  • Final 5 – 30/12
  • Final 6 – 4/1/2021
  • Final 7 – 5/1/2021
  • Final 8 – 6/1/2021
  • Final 9 – 7/1/2021
  • Final 0 – 8/1/2021

Para quem recebe acima de 1 salário-mínimo

  • Finais 1 e 6 – 4/1/2021
  • Finais 2 e 7 – 5/1/2021
  • Finais 3 e 8 – 6/1/2021
  • Finais 4 e 9 – 7/1/2021
  • Finais 5 e 0 – 8/1/2021

Bolsa Família deve ganhar força em 2021

Seguindo na linha de benefícios assistenciais, o Bolsa Família deve receber um tratamento especial do governo em 2021, já que o Auxílio Emergencial termina em dezembro deste ano. Com uma indefinição sobre o Renda Cidadã, que seria o novo programa assistencial do governo, os esforços devem sem em torno do Bolsa Família. 

Tudo isso indica que o Bolsa Família deve ser reformulado. A princípio, o benefício seria concedido para a população que está recebendo o auxílio emergencial. O intuito do governo é tentar reduzir as despesas com a pandemia. 

O senador Márcio Bittar (MDB-AC) disse que a tendência que o Renda Brasil seja descartado de vez, dando lugar a reformulação completa do programa Bolsa Família. O parlamentar fez um relatório indicando medidas para manter o teto dos gastos públicos. 

Para isso, segundo ele será preciso reajustar algumas pastas, enxugando as contas públicas para liberar receitar e dar mais liberdade ao orçamento público. Com o calendário do INSS para 2021, você já pode se programar para receber seu benefício e reajustar as datas de pagamento das suas contas. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui