Investimento da G2D no Mercado Bitcoin valoriza 19 vezes

Publicidade

A G2D Investments – plataforma global de investimentos que investe em empresas disruptivas de alto crescimento e em estágio pré-IPO no Brasil, EUA e Europa – informa que seu investimento original no Mercado Bitcoin de R$ 13,6 milhões, realizado em janeiro, atingiu uma valorização de 19 vezes, chegando a mais de R$ 240 milhões. A companhia é investidora direta na sociedade 2TM Participações, controladora do Mercado Bitcoin, que na última quinta-feira anunciou ter recebido um investimento de R$ 1 bilhão realizado pelo SoftBank.

No último mês de maio, a G2D já havia recebido R$ 31 milhões com a listagem da corretora Coinbase na Nasdaq, empresa da qual também era investidora. Isso equivale a um retorno de mais de 33 vezes em relação ao investimento inicial. De acordo com Carlos Pessoa, diretor de relações com investidores da G2D, os eventos Coinbase e Mercado Bitcoin representam um ganho de mais de R$ 270 milhões no patrimônio líquido (NAV) da companhia, que corresponde a uma valorização de mais de 61% do balanço da G2D pré-IPO.   O patrimônio líquido (NAV) por ação saltou de R$ 6,35 para R$ 8,94 após os dois eventos.

“Nossa experiência com a Coinbase serviu de inspiração para o investimento no Mercado Bitcoin”, conta Carlos Pessoa. “Isso reforça a nossa tese de que estarmos presentes em investimento a nível global nos ajuda a enxergar melhor algumas oportunidades.”

Publicidade

No caso de Coinbase, a G2D vendeu 100% de sua posição quando a corretora fez o IPO na Nasdaq. Já com relação ao Mercado Bitcoin, a G2D segue com o investimento, uma vez que a plataforma de criptomoedas e ativos digitais ainda está em um estágio de crescimento acelerado de valor. Sendo assim, o investidor de G2D tem a oportunidade de ter o Mercado Bitcoin na carteira, mesmo  que a empresa não esteja listada na bolsa. Esses dois casos demonstram a flexibilidade da G2D diante de eventos de liquidez, podendo sair integralmente e monetizar sua participação ou manter sua posição para continuar participando da geração de valor do ativo.

Segundo Pessoa, ter essas empresas no portfólio faz parte da estratégia da G2D de investir na infraestrutura da nova economia digital do mercado financeiro brasileiro, que inclui também os investimentos realizados em Blu Pagamentos e Cerc. “Todas essas companhias estão focadas em tornar os custos de transação mais baixos, contribuindo com mais eficiência para o mercado”, explica o executivo.

Recém-estreante na B3, após uma oferta pública inicial (IPO) realizada em maio, a G2D Investments também é acionista da casa de investimentos global The Craftory, uma espécie de Unilever do século 21, já que prioriza aportes em marcas disruptivas de bens de consumo, capazes de criar impacto social e ambientalmente positivo.

Entre os destaques do portfólio estão a foodtech de produtos à base de plantas NotCo, a marca de roupas TomboyX, que rejeita estereótipos de gênero, a fabricante de cápsulas biodegradáveis de detergente Dropps e a produtora de fraldas infantis sustentáveis à base de bambu Dyper. “Investimos em empresas capazes de entender as reivindicações de um novo modelo de sociedade, mais inclusiva e sustentável”, destaca Pessoa. “O forte crescimento das marcas investidas mostra que estamos no caminho certo.”

Para Pessoa, as empresas investidas pela G2D, especialmente aquelas que atuam nos Estados Unidos, possuem enorme potencial de valorização, uma vez que estão no maior mercado consumidor do mundo. “Esse tipo de ativo, ainda em fase de desenvolvimento, está disponível geralmente para investidores institucionais e qualificados. Agora, por meio da G2D passa a estar também ao alcance de qualquer investidor da bolsa brasileira e com diferenciais únicos: liquidez de bolsa e portfólio global de investimentos”, enfatiza o executivo.

A G2D também carrega em seu portfólio empresas de base tecnológica no exterior, investidas por meio da empresa de venture capital Expanding Capital, sediada em São Francisco, nos Estados Unidos. Entre elas, algumas já se tornaram unicórnios, como a Clover Health, Farmers Business Network, Fair, Turo e ClassPass.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui