Mais

    Mercado de assistência expande com smartphones em uso há dois anos

    Publicidade

    Os smartphones ativos no Brasil têm 25 meses de uso demonstra pesquisa divulgada em 2021 pela Panorama Mobile Time. Além do preço dos aparelhos que subiram na pandemia devido ao rápido crescimento da demanda, outro fator que contribui para a idade avançada dos telefones é a insegurança. Temendo serem assaltados ao saírem para a rua os brasileiros têm optado por aparelhos mais antigos e mais baratos. Segundo pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), em São Paulo, a cada cinco minutos, um celular é roubado.

    No contexto, o resultado é o aquecimento do mercado de smartphones usados com abertura de mercado para os prestadores de serviços de assistência técnica. Fundada em 2014, a rede especializada em consertos de smartphones e tablets Senhor Smart projeta dobrar o faturamento em 2022 e chegar a R$ 7 milhões.  Criada em Jundiaí com a proposta de oferecer aos clientes um atendimento personalizado com respeito e transparência, a marca está presente em praticamente todos os estados brasileiros.

    Publicidade

    Atualmente a empresa tem 100 lojas em funcionamento e projeta chegar a 300 unidades vendidas e 160 em operação até o final de 2022. As regiões prioritárias para a expansão da rede são os estados de Amapá, Pará, Tocantins, Acre e Rondônia. Nos últimos dois anos as franquias Senhor Smart realizaram mais de 37 mil serviços de troca de telas, quase 13 mil trocas de baterias somente em 2022 e mais de 34 mil reparos em câmeras.

    Para quem busca ter uma franquia da Senhor Smart, a franqueadora disponibiliza todo o treinamento e suporte necessário. “Com um técnico capacitado, a unidade consegue atingir um faturamento de até R$ 60 mil reais em manutenção, com a realização de 300 reparos mês, fora o valor agregado de acessórios”, explica o engenheiro de computação Rodrigo Correia, fundador da empresa. De acordo com Correia, o mercado de smartphones e dispositivos móveis segue em expansão, porque os aparelhos agregam inúmeras funcionalidades, desde trabalho com reuniões online, locomoção com aplicativos de transporte, entretenimento com as redes sociais e alimentação com aplicativos de entrega.

    Segundo ele, durante a pandemia, a procura por assistência técnica nas lojas Senhor Smart cresceu 50%. Além disso, segundo a GetNinjas, a maior plataforma online para conectar clientes e prestadores de serviço do país, em 2021 a procura por chamados técnicos cresceu 40%. “O mercado de usados se desenvolveu muito”, comenta o empresário. “Como consequência, o mercado de serviços se desenvolveu também. Hoje, o smartphone é considerado um bem porque a pessoa mantém para ser usado como cash mais adiante.”

    Para os próximos cinco anos, a Senhor Smart projeta estar presente em outros países da América Latina e em alguns mercados da Europa, como Portugal, Espanha, Irlanda e Itália. Outro objetivo é iniciar operações de trade-in, modalidade na qual o cliente entra com o seu equipamento usado como parte de pagamento de um equipamento novo. Além disso, Correia planeja a realização de projetos para redução de descarte de material eletrônico, incluindo a reutilização de baterias e o conserto de smartphones para comunidade carente de Jundiaí, sede da franqueadora.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui