Mais

    Mulher salva sua vida e da filha com botão portátil em Santa Catarina

    Publicidade

    Qual o valor da tranquilidade? Para uma moradora de Joinville, Santa Catarina, a tranquilidade está na segurança de um simples clique. Ao sentir-se ameaçada pelo ex-companheiro, a vítima acionou o botão portátil de pânico e o cidadão acabou preso de maneira preventiva. O Poder Judiciário catarinense informou que o homem em questão descumpriu uma medida protetiva e ameaçou de morte tanto sua ex-companheira quanto sua própria filha de apenas dois anos, através de mensagens via celular.

    Para Marcelo Lonzetti, CMO da empresa ztrax, o botão portátil foi a maneira mais ágil que a vítima tinha de se proteger naquele momento, antes que o pior pudesse acontecer. O ex-companheiro desrespeitou a ordem por três vezes e não esperava que esta ação pudesse ser tomada:

    Publicidade

    “Em uma das mensagens, por exemplo, ele afirmou que preferia matar a ex-companheira e a própria filha do que pagar algo para elas, claramente se referindo à pensão alimentícia. Sem este recurso, seria quase impossível que ela tivesse escapado”.

    Qualquer pessoa pode ter o botão portátil?

    Qualquer morador também pode ter um botão de pânico portátil para proteção em seu condomínio, podendo ser acionado em caso de emergências ou para situações especiais pré combinadas.

    A SCond, um dos maiores aplicativos de segurança em condomínio, fechou uma parceria inédita com a empresa ztrax, a maior do Brasil em monitoramento de pessoas e ativos. Nessa parceria, todo morador com acesso ao App SCond, pode também contar com o botão portátil de pânico. O sinal sempre chega na central de monitoramento contratada.

    Publicidade

    “O botão portátil é a melhor maneira de acionar equipes de segurança com rapidez. A tecnologia é perfeita para casos de moradores de condomínios, criando uma conexão instantânea com equipes de segurança” explica Marcelo.

    Manter condomínio seguro

    Sabendo que há uma equipe especializada a posto para enfrentar qualquer desafio ou imprevisto e para atender eventos gerados no local, entrar ou sair do condomínio passou a ser mais seguro:

    “O condômino fica mais seguro quando há uma conexão direta com equipes capacitadas acionadas de forma remota, seguindo protocolos específicos para a manutenção da segurança sem que o criminoso saiba o que está acontecendo” finaliza Lonzetti.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui