A pandemia do Coronavírus Covid-19 não trouxe somente mudanças para os nossos relacionamentos sociais.  Ela também foi responsável por levar centenas de empresas para um processo quase que forçado de digitalização. Consequentemente, surgiu a necessidade de conhecimento de técnicas que, até então, eram desconhecidas por parte dos empresários e empreendedores.

Levar um negócio para a internet é quase sinônimo de querer que a uma marca seja encontrada pelos mecanismos de busca (sendo o Google o principal deles). Apesar de as redes sociais serem amplamente e mais facilmente utilizadas, dados de uma pesquisa realizada pela  Fleishmanhillard mostram que 89% das jornadas de compra dos consumidores começam pelos buscadores.

É aí que campos de atuação como o do SEO e do link building ganham destaque. Sendo que esse último é ainda pouco conhecido por boa parte das pessoas que levam seus negócios para o digital. “Atualmente, a maior parte dos nossos clientes é composta por empresas que já possuem alguma maturidade nessa área e entendem que receber links de outros sites é muito importante. O que é uma pena porque o link building, além de beneficiar um bom posicionamento nas páginas do Google, ainda pode contribuir para a divulgação e autoridade da marca.” Explica Flávia Crizanto, gerente de relacionamento e novos negócios da agência Experta Media.

De forma resumida, o que esses dois campos de atuação querem é  aumentar a presença on-line das empresas. Para isso, é preciso um bom número de links apontando para o site. À medida que se obtém tráfego de referência de alta qualidade e encontra-se maneiras de criar uma rede de backlinks em toda a Internet, o Google analisará favoravelmente o conteúdo e a a classificação orgânica tende a aumentar.

Muitas empresas terceirizam o trabalho de link building porque ele pode demandar muito tempo de dedicação e estudo. Mas, para aquelas que preferem executar a suas próprias estratégias, é fundamental entender e conhecer alguns softwares e ferramentas.

Diversas empresas e profissionais de marketing digital utilizam-se de extensões, ferramentas avançadas e soluções de software para criar um perfil de backlinks ativo, melhorar a classificação no Google  e acompanhar os resultados nos mecanismos de busca.

Na lista abaixo é possível conferir alguns deles:

AnswerThePublic

Esse software é uma alternativa para buscar ideias para criar conteúdo. O AnswerThePublic compila os dados de preenchimento automático de mecanismos de pesquisa como o Google e, em seguida, gera todas as frases e perguntas úteis sobre palavras-chave. Com essa ferramenta é possível compreender o que as pessoas pesquisam sobre os mais variados tópicos. Essas informações garantem um conteúdo otimizado e o mais direcionado possível.

MozBar

O MozBar é uma extensão do SEO Chrome da Moz que fornece dados e estatísticas valiosos, essenciais para obter informações instantâneas e resultados de mecanismos de pesquisa (SERPs) de diferentes sites ou páginas, sem sair do navegador.

Com essa ferramenta, você pode consultar a DA (Domain Authority), uma das métricas mais importantes para o trabalho de link building. A autoridade do domínio é o valor cumulativo de um domínio inteiro. Essa verificação analisa o domínio de um site como um todo, para entender se ele é relevante ou não. A DA é calculada pelo Moz e é executada em uma escala de 0 a 100, sendo 100 a mais alta.

SEMrush

Os pontos fortes do SEMrush envolvem principalmente uma análise minuciosa para pesquisa de palavras-chave, a análise global do seu site e a análise da concorrência. Usando as funcionalidades do SEMrush é possível ver o que está dando certo e errado para os concorrentes, monitorar o desempenho de uma página e descobrir o que pode ser feito para um site ranquear melhor.

Uma dúvida sempre irá pairar na cabeça de quem trabalha com link building: quantos links são necessários para melhorar o posicionamento? Infelizmente não há uma resposta definitiva para essa questão, porém, ao acompanhar a concorrência é possível ter um parâmetro para a sua estratégia.

Ubersuggest

Uma alternativa para o SEMrush, ambas facilitam o processo de escolha de palavras-chave para atrair backlinks para um conteúdo. Em 2018, a Ubersuggest foi adquirida por Neil Patel, um dos maiores nomes do marketing digital do mundo. Desde então passou por diversas reformulações, tornando-se uma das mais completas ferramentas de gestão de palavras-chave da Internet.

O Ubersuggest é uma ferramenta totalmente gratuita onde você tem uma visão geral sobre o volume de busca, interesse pela keyword e estimativa de custo de links patrocinados. Além disso, a plataforma oferece sugestões relacionadas ao termo pesquisado para fins comparativos, classifica a chance de alcançar resultados orgânicos em SEO e analisa as SERPs.

SEOquake

SEOquake mostra métricas variadas e resultados importantes sobre as páginas nos SERPs, incluindo informações sobre backlinks, tráfego, número de páginas indexadas, idade do domínio, índices do Google e do Bing, Alexa Rank e também seu ranking no SEMrush. Essa extensão do Chrome é a forma mais fácil de obter uma visão detalhada do seu site.

Ajude um repórter

O link building é uma técnica que pode ser executada usando o conhecimento de assessoria de imprensa. Para isso, é preciso aproveitar a necessidade de repórteres e veículos de notícia para oferecer pautas ou sugestões de fontes.

O Ajude um repórter é um site no qual repórteres e produtores podem pedir ajuda para conseguir fontes para suas matérias.

Press manager

É uma ferramenta para gestão de assessoria de imprensa e agências publicidade. Apesar de ser paga, é possível fazer um cadastro para ter acesso aos pedidos de fontes feitos pelos produtores de reportagem, veículos de notícias e repórteres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui