Mais

    O que deve ser evitado para não levar um strike no Youtube?

    Publicidade

    O Youtube é a maior plataforma de vídeos de toda a internet, essa tradicional rede social fundada em 2005 conta com cerca de mais de 98 milhões de usuários no Brasil, em termos globais, o aplicativo tem uma média de 2 bilhões de visualizações diárias e uma audiência maior que as três maiores emissoras de TV dos EUA juntas. Além disso, são mais de 4 bilhões de vídeos vistos diariamente com mais de 800 milhões de visitantes únicos no site por mês.

    Os números extremamente altos impressionam e mostram cada vez mais, o quanto essa é uma plataforma importante tanto para os usuários que consomem os conteúdos quanto é claro, para quem é youtuber ou trabalha com a plataforma. Muitas pessoas mudaram de vida e de profissão devido a esse aplicativo, enquanto outras utilizam os recursos disponíveis para ampliarem a atuação da sua empresa. 

    Publicidade

    Seja gravando o chamado daily vlog, fazendo lista dos melhores games de 2022 ou até mesmo mostrando como funcionam as capotas para lanchas, o youtube sempre aparece como uma opção rentável e fundamental, sendo assim, mantê-lo é algo quase que obrigatório, por este motivo, existe um termo que sempre gera preocupação nas pessoas, o chamado strike. 

    No texto de hoje, iremos mostrar o que deve ser evitado para não levar um strike no Youtube e manter a sua conta sempre disponível, bora conferir mais sobre a plataforma? Então vamos lá!

    O que é um strike no Youtube?

    Se você é dono de um canal no Youtube, com certeza já ao menos escutou a menção sobre o termo strike, para quem não conhece, esse é um conceito que se refere às penalidades da plataforma para alguém que não segue as diretrizes e nem as políticas estipuladas. 

    Sendo assim, os strikes nada mais são do que avisos que reforçam as diretrizes da comunidade e apontam exatamente, os pontos no qual o criador não está seguindo, como conteúdos ofensivos, abusivos ou com o uso indevido de propriedade intelectual. 

    Publicidade

    Os usuários podem denunciar vídeos nesse formato e a própria plataforma pode ir atrás de conteúdos que funcionam desse jeito, gerando assim, um strike. 

    Como funciona o strike?

    Cada strike é considerado como uma punição para o canal, e cada um pode conter no máximo 3, ele funciona da seguinte maneira: a primeira vez que aquele produtor infringe uma diretriz do Youtube, ele recebe uma advertência, que funciona como um alerta para revisar seus erros e não cometê-los novamente, já que na grande maioria dos casos, muitos não sabem ao certo o que estão errando, assim como aqueles que fazem o descarte de lixo eletrônico em lixeiras comuns. 

    Caso o canal continue com políticas negativas, ele recebe o primeiro Strike, com isso, ele tem até 90 dias para regularizar o que está errado e fica 7 dias banido da plataforma, sem poder postar vídeos. Depois, temos o Strike 2, ocorrendo após a terceira denúncia, aqui ele também tem 90 dias para regularizar seus erros porém o tempo inativo é o dobro, chegando a 14 dias. 

    Por fim, temos o strike 3, se você chegar nesse ponto, significa que seu canal será banido da plataforma, sem oportunidade para consertar seu erro nem um período inativo, aqui tudo é excluído e fica fora de circulação da plataforma. É claro que ninguém quer chegar a perder o canal nem levar um strike, certo? Então confira algumas dicas de como evitar isso abaixo. 

    Spam e práticas enganosas

    O primeiro fator que você deve se preocupar é com spams e práticas enganosas, se você tem um perfil falso e o utiliza para se promover, compartilhar links externos que não são benéficos ou até mesmo tem envolvimentos falsos, como a realização da compra de “gostei”, então saiba que está correndo o risco de sofrer um strike. 

    Todas essas práticas são proibidas dentro do Youtube, e a chance de você ser punido realizando uma dessas ações é grande, então evite. 

    Conteúdos violentos ou perigosos

    A política do Youtube não permite de forma alguma, conteúdos que incitem a violência ou o ódio, qualquer discurso de assédio, bullying virtual, violento, nocivo ou perigoso, apoio às facções ou terroristas deve ser banido da plataforma, então não realize em hipótese alguma, vídeos com esse formato. 

    Conteúdos sensíveis

    Segurança infantil, nudez, automutilação, suicídio, conteúdos sexuais, entre tantos outros são considerados sensíveis e também podem levar um strike, qualquer coisa considerada sensível ao público quebra as diretrizes da plataforma, então evite ao máximo esse tipo de conteúdo, continue com a sua gravação mostrando seu compressor de ar industrial, mas sem extrapolar nenhum limite. 

    Produtos regulamentados

    Produtos que só podem ser comprados a partir de alguma regulamentação como armas de fogo e drogas, também são proibidos dentro da plataforma. 

    Outros

    Mesmo que você não poste nenhum tipo dos conteúdos citados acima, ainda é possível tomar um strike por outros fatores como a inatividade da conta, restrição devido a idade mínima e qualquer canal que incite a quebra de política do Youtube. 

    Evitando o strike

    Agora que você já conhece todos os conteúdos proibidos e que podem gerar algum strike para o seu canal, fica muito mais fácil de evitar que isso aconteça, porém, ainda é possível se aperfeiçoar e garantir ainda mais segurança durante o seu uso da plataforma, primeiro, recomendamos que fique de olho nos direitos autorais.

    Músicas, imagens e cenas de vídeos, séries ou filmes costumam ser muito utilizadas, porém é necessário conferir todos os seus direitos, dar os devidos créditos e conferir se você pode realmente utilizar aquilo sem ferir nenhuma política.

    Outro ponto são as ofensas, por mais que você não crie um vídeo diretamente ofensivo, é possível que você afete alguém, então procure filtrar e produzir seu conteúdo sem que atinja ninguém. 

    Por fim, dê uma boa estudada na política do Youtube, leia e releia tudo que está escrito e o que pode ou não dentro da plataforma, é preciso que as informações sejam transparentes e claras, assim como uma embaladora filme pvc, quanto mais você entender sobre ela, mais fácil será a criação e o desenvolvimento de conteúdos. 

    O que achou do texto de hoje? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo e não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares caso tenha gostado, até a próxima!

    Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui