O que é Design Thinking? Entenda a importância para a sua empresa

Publicidade

Um dos conceitos mais discutidos no mercado atual, que foi melhor implementado pelas Startups, o Design Thinking é um meio de enxergar o seu cliente, pensando diretamente nele.

Alguns podem pensar que toda propaganda já é pensada para abordar ao cliente, e de fato é. Mas não é apenas disso que se trata a ferramenta mais bem sucedida da última década.

Publicidade

E, no artigo de hoje, iremos falar um pouco mais do que é Design Thinking, o impacto enorme que este tem dentro da sua empresa e, como vale a pena investir nessa proposta. Mesmo que para isso você precise recorrer a um recurso extra, como um empréstimo com garantia, a fim de preparar sua empresa e equipe para atuar com este modelo. Tanto que este é um dos principais motivos pelo sucesso das Startups.

Aproveite e boa leitura!

Um conceito que vai mudar a sua empresa

Grandes potências de mercado já entenderam que sem o uso desta ferramenta, suas vendas não continuarão aumentando. Mas, afinal de contas, por que ela é tão importante?

Pelo simples fato de que o Design Thinking é uma criação totalmente voltada para o cliente. Ao se desenvolver, inovar ou criar um novo item para ser comercializado, de ponta a ponta este será pensado para a clientela final.

E ainda pode surgir a dúvida de muitas pessoas em relação a este conceito: mas todo produto não é pensado para o cliente? Na teoria, sim, mas, na prática, nem tanto. Existem diversos itens comercializados no mercado que, apesar de serem úteis, não possuem as melhores abordagens ou usos para o consumidor.

Resolvendo problemas

Por se tratar de um conceito totalmente ligado à inovação, o Design Thinking acaba sendo uma etapa deste processo.

Como dito anteriormente, você deve criar algo que seja bom e que seja totalmente voltado para o público. É necessário que desenvolva algo que, de fato, solucione o problema dos clientes.

Pode parecer algo difícil, visto que existem diversas soluções sólidas no mercado, estabelecidas por possuírem anos dentro deste. Mas isto está longe de ser uma verdade.

O trabalho do empreendedor é olhar tudo com uma visão sistêmica, observando o todo enquanto avalia cada mínimo detalhe deste. É necessário entender cada processo para que possa otimizá-lo.

Uma vez descoberta uma oportunidade de se fazer uma melhora, esta pode lhe oferecer ideias únicas para adentrar ao mercado, com a proposta de algo que já existe, mas totalmente novo. A intenção é apontar que para um problema, existem diversas soluções, e dentro destas, a sua é a melhor que se pode encontrar.

O ótimo é um incômodo

Por mais que a sua solução seja a melhor disponível neste exato momento, isto não significa que esta não possa ser aprimorada. Até mesmo o que já é bom, pode ser ainda melhor.

Um empreendedor está sempre pensando como pode tornar o que já existe em algo mais aprimorado. Tudo ao seu redor o incomoda e ele é capaz de enxergar detalhes que as pessoas sequer imaginariam.

Enquanto todos os processos não forem aperfeiçoados, permitindo sempre espaços para melhorias, estes trabalham sem descanso até acharem a solução perfeita para um problema.

Solução esta que será considerada imperfeita a partir de um novo ponto de vista. É um trabalho de constante evolução, onde não existe espaço para preguiça ou falta de dedicação.

Prototipando

Claro que não é possível saber se o seu produto é, de fato, o melhor do mercado sem realizar alguns testes. Para descobrir se a sua criação realmente foi desenvolvida de modo que torne as soluções dos problemas dos clientes mais fáceis, será necessário uma prototipação do produto.

Um MVP( Minimum Viable Product) se trata de um protótipo de testes a fim de coletar o feedback do público para o qual você está criando algo. Este é de extrema necessidade para averiguar se o caminho que está indo é realmente o correto.

Como este possui baixos custos, a busca através dele é para que forneça ao consumidor uma experiência próxima ao seu real produto final. Não é preciso que este contemple todas as funções, mas deve haver em seu protótipo pelo menos as condições básicas para que seu produto funcione.

O MVP é muito utilizado em startups, para uso de testes. Uma vez recolhido o feedback, as mudanças a serem implementadas no produto irão, de fato, abordar cada ponto necessário obtido dentro das opiniões daqueles que testaram o item.

Como posso colocar esse conceito dentro da minha empresa?

Por se tratar de uma ferramenta conceitual, o Design Thinking pode ser implementado em qualquer empresa do mercado. Seu único requisito é que o dono ou responsável pela mesma esteja disposto a enxergar os erros do produto, e como estes podem ser melhorados.

Discuta com a equipe se eles teriam alguma ideia de como o produto poderia ser melhor. Brainstorm é sempre válido para se obter opiniões variadas. Além de que, ninguém melhor do que a sua operação para enxergar melhorias que poderiam ser facilmente implementadas.

Ainda que algumas adequações exijam uma injeção maior de capital, é possível recorrer a opções vantajosas de crédito, a exemplo do empréstimo com garantia de imóvel, e investir nas melhorias necessárias.Ter a mente aberta para novas possibilidades é o que tornará aquilo que você vende um real diferencial do mercado.

Conclusão

Através dos princípios do Design Thinking, empresas tradicionais de nosso mercado comercial, como a TOTVS, conseguiram abordar muito mais clientes com soluções mais simples para seus produtos ou serviços.

É preciso entender que, com o passar dos anos, o público mudou e, o que era um método eficaz há anos atrás, pode não ser o melhor agora. Utilizando do Design Thinking, você estará tornando uma solução já existente ainda melhor, sem perder o seu cliente e aumentando sua capacidade de obter mais destes.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui