O que são Blockchains

Publicidade

Muitas pessoas que estão buscando dinheiro minerando bitcoins também falam de blockchain. Que é basicamente um banco de dados online e descentralizado que contém informações importantes sobre ativos de determinados tipos de investimentos.

É um método que está cada vez mais sendo utilizado por diversas pessoas independentes que desejam contar um pouco de sua experiência com o mercado de bitcoins, por exemplo, e agregar para demais pessoas que estejam em busca de bons resultados.

O interessante é que diferente de um banco de dados de uma empresa tradicional, os blockchains são formados por empresas descentralizadas que seguem algumas regras para que as publicações possam ser publicadas.

Publicidade

Nesse universo, milhares de pessoas escrevem e lêem todos os históricos financeiros que são publicados nesse grande banco de dados apenas seguindo parâmetros e regras pré-estabelecidas.

O mais legal de tudo é que você não precisa se preocupar na destruicao de armazenadores de dados.

Visto que é tudo protegido em um sistema de nuvem dentro da internet e manuseado por diversas pessoas que ganham dinheiro dando acesso a plataforma. 

Sendo assim, imagine que por ventura um governante malvado decide tirar todos os dados desse bloco da internet. Ele pode até tirar o bloco de seu país, mas ele permanecerá seguro em outros países podendo ser acessado por qualquer pessoa do bloco.

Isto posto, neste artigo veremos um pouco mais sobre o Blockchains e sua importância no momento de realizar um investimento em criptomoedas, por exemplo. 

Surgimento do Blockchain

A origem acadêmica do Blockchain ocorreu em 2008 pelo universitário Satoshi Nakamoto, acredita-se que ele é o criador da moeda Bitcoin. Acontece que Satoshi teve a ideia de deixar registrado todas as movimentações sofridas pela moeda.

As movimentações e alterações da moeda seriam registradas de maneira ordenada e em cadeia para que a consulta fosse fácil de ser realizada e as interpretações financeiras pudessem ser feitas.

Inicialmente esse grande banco de dados era utilizado somente para as criptomoedas, mas outras pessoas perceberam que sua atuação poderia ir além disso. 

Podia ser utilizado para diversas coisas como organizar o banco financeiro de um curso amolar alicate.

A questão principal é que o Blockchain valorizou, não somente, o Bitcoin como outras criptomoedas, mas a tecnologia também pode ser utilizada em diversas outras aplicações.

Explicando o funcionamento do Blockchain

Para entendermos a maneira como o Blockchain funciona, será preciso ter um exemplo visual bem claro. Por isso, imaginemos um trem infantil daquele que vemos em diversos filmes americanos como um banner academico.

O trem é composto por diversos vagões (blocos) que compõem todo o transporte. Ocorre que especificamente nesse trem não é qualquer vagão que adentra nesse grande transporte. 

É como se todos os vagões do mundo estivessem competindo individualmente e somente após uma aprovação ele se une a esse grande trem que é o Blockchain.

Quem valida se o vagão pode ou não entrar na esfera escolhida, são máquinas ao redor do mundo todo. Quando um vagão é escolhido, ele entra no time e recebe um código especial, uma espécie de marca que valida a sua entrada.

Desta forma, nenhum outro vagão poderá se passar por outro sem ser percebido, também evita que qualquer pessoa possa entrar nesses vagões e ver os códigos que estão nele, para isso, essa pessoa precisará de uma senha.

Ao acessar o interior do vagão as informações que estarão ali será apenas sobre o que foi enviado nem quem enviou, apenas quando houve o envio. Isso será feito por meio de um livro especial.

Explicando de maneira técnica

Precisaremos entrar nos termos técnicos para explicar como funciona o Blockchain, então se atenha aos seguintes nomes:

  • Computação em nuvem;
  • O Hash;
  • O Ledger;
  • As Mineradoras.

Cada um desses termos tem um significado específico dentro da analogia que utilizamos mais acima. 

Usamos essas referências como uma espécie de impressora de etiqueta colorida que destaque cada ponto importante de um determinado setor.

Começando pela computação em nuvem que se relaciona com todos os trilhos espalhados pelo mundo e possibilitam que o trem viaje. 

Em seguida, falaremos do Hash que são os vagões. De maneira concreta, os hashes são funções matemáticas que transformam informações em um código para serem acessados por outras pessoas. Essa mensagem é feita em letras e números.

O livro especial é o Ledger, local onde todas as transações são gravadas. Elas não podem ser apagadas e qualquer pessoa pode ter acesso por se tratar de um documento. 

Por fim, para que os vagões possam ser unidos e tornarem-se um trenzinho, será preciso que pessoas trabalhem nisso. Essas pessoas são conhecidas como mineradoras e são responsáveis por “calcular” o hash e colocá-los nos blocos certos.

O trem que foi montado após todo esse trabalho é conhecido como Blockchain, uma cadeia de blocos unidos.

É seguro usar o Blockchain?

Nada nesse mundo é 100% seguro, até mesmo uma clinica de fisioterapia para gestantes que ajuda as grávidas a terem um parto mais seguro e menos comorbidades durante a gravidez fala para as mulheres dos riscos de fazer qualquer procedimento.

O diferencial do Blockchain para uma empresa comum é que ele não tem um dono específico, ou seja, ele ocupa uma espaço livre dentro da internet, por isso é caracterizado como uma informação segura. Por ser dificílima de ser manipulada.

Todos os casos de roubo de criptomoedas ocorrem nas corretoras que fazem a mineração das moedas, ou seja, é no equipamento de uma empresa contratada e não no Blockchain. Ao identificar uma tentativa de invasão, imediatamente o sistema trava.

Locais de aplicação do Blockchain

Diversas pessoas no mundo todo se interessaram pelas criptomoedas. É bem comum ouvirmos uma pessoa falar que se pudesse voltar no tempo teria investido nos Bitcoins. 

Fato é que a valorização dessa moeda ganhou a mente de milhões de pessoas.

Quando essas pessoas começam a estudar sobre o assunto se deparam com o Blockchain e mais uma curiosidade surge. 

Isso gera a dúvida, se esse sistema é tão útil e seguro, porque não é utilizado em outros locais. 

Trata-se de uma tecnologia nova, mas já estão começando a utilizá-la na transação de outros investimentos além da confecção de contratos importantes envolvendo justamente ações financeiras. 

Isso daria uma problemão para as empresas que realizam a entrega de documentos com motoboy, por exemplo.

Existem também estudos sobre a votação do futuro, onde os Blockchain serão utilizados como a forma mais segura de realizar uma votação democrática.

Isso tudo devido aos constantes questionamentos dos métodos atuais de votação de diversos países.

Apesar de toda a necessidade em diversos setores, muitas pessoas ainda questionam a real segurança do Blockchain. Será que um ambiente totalmente online de acesso livre às pessoas que cumprem as regras é digno de confiança?

Se levarmos em conta o crescimento exponencial ano a ano das criptomoedas, podemos dizer que sim, porém, como qualquer outra tecnologia, será preciso fazer todo um estudo para expandi-la para locais além de sua criação original.

A principal importância do Blockchain 

Diversos artigos de investidores e cientistas dão conta que os principais motivos pelo qual o potencial do Blockchain cresce é pela sua transparência e agilidade na realização das transações. 

Veja, em um mundo digital onde toda pessoa tem acesso a qualquer tipo de informação, até buscar uma assistencia tecnica em relogio de ponto analogico pode gerar um transtorno caso não seja feito de maneira cautelosa.

Além disso, vemos diversos debates no mundo todo sob a regulamentação da internet e de outros meios de comunicação devido a falta de transparência de diferentes setores de segurança.

Para o mundo de investimentos existem duas coisas essenciais. A primeira é a segurança jurídica que todo o país deve garantir e a segunda é a transparência entre duas pessoas que desejam montar um negócio.

Pensando nisso, podemos comprar tudo o que foi dito neste artigo sobre os Blockchains, uma maneira organizada, rápida e transparente de garantir todo um histórico de dados sobre as transações em um determinado período de tempo. 

Se tivéssemos um sensor indutivo alta temperatura veríamos que o Blockchain está pegando fogo e pronto para ser utilizado no mundo todo. 

Considerações finais 

Portanto, ao longo desse artigo vimos o que são os Blockchains utilizando da analogia de blocos que se unem para montar um trem. 

Essa tecnologia recente, criada em 2008 pelo fundador da moeda Bitcoin, se mostrou muito positiva na maneira transparente como age.

Os investidores que estudam maneiras de usar as criptomoedas notaram que nesse sistema é possível ter todo um histórico das transações realizadas e se preparar para as melhores atitudes que o mercado está oferecendo.

Isso garante a segurança necessária para os investimentos fossem feitos e consequentemente o valor desse investimento crescesse exponencialmente como foi o caso da moeda digital mais famosa, o Bitcoin. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui