Pandemia faz disparar a procura por serviços de vacinação pela internet

Publicidade

O número de usuários que usam o serviço de compra e agendamentos online cresceu mais de 1000% de janeiro de 2020 a janeiro de 2021, segundo dados do Vacinas.net, maior marketplace de vacinação do país. A expectativa é que as transações só aumentem na plataforma, assim como a capilaridade da rede, alcançando um faturamento da ordem de 36 milhões de reais até 2022

 

O isolamento social imposto pela pandemia e também a mudança do perfil do consumidor que busca cada vez mais agilidade e facilidades, fizeram a venda e o agendamento online de vacinas disparar de 2020 para 2021. O número de usuários que acessaram o Vacinas.net, o marketplace de vacinação com maior cobertura do Brasil, cresceu mais de 1000% de janeiro de 2020 a janeiro de 2021. Hoje o Vacinas.net está presente em 15 Estados, 11 capitais, cobre mais de 400 municípios e conta com cerca de 80 clínicas plugadas em sua plataforma.

Publicidade

O Vacinas.net é uma jovem healthtech que tem como proposta gerar valor a toda a cadeia e que conecta quem precisa se vacinar, a quem presta esse serviço, por meio da venda e agendamento online. O marketplace nasceu em abril de 2020 e já no primeiro ano de atuação alcançou um faturamento de 254 mil. Foram registrados na plataforma mais 650 clientes, responsáveis por gerar 765 pedidos, que resultaram na aplicação de quase 1,5 mil vacinas, ou seja, uma média de quase duas doses por pedido. Além disso, o site também intermediou a venda de mais de 40 mil doses de imunizantes contra a gripe para o mercado corporativo.

“Tivemos uma taxa média de conversão de 1,7% , o que é excelente para um e-commerce. Sendo que em junho houve um pouco de 7,4% no número de conversões. Esse cenário nos deu segurança para continuarmos investindo e mostrou que estamos no caminho certo. O primeiro ano de atuação foi para construir a rede e a partir de agora é focar no desenvolvimento do negócio”, explica Marcos Tendler, Fundador e CEO da Vacinas.net.

Para sustentar esse crescimento, a Vacinas.net já recebeu três rodadas de investimentos, que juntas totalizam cerca de 1 milhão de reais. Esses recursos trouxeram lastro para que o marketplace pudesse construir uma rede consolidada. Além de ações de marketing, a startup investiu em um sistema de gestão próprio

capaz de dar suporte às clínicas parceiras, promover a integração entre elas, gerir estoques e pedidos e, por meio da função de pedidos multiclínicas, engajar mais de uma clínica em um mesmo atendimento. O mais recente aporte, recebido em março, de 1% do equity, subsidiará a abertura de uma clínica de vacinação própria, tanto a infraestrutura de equipamentos e cadeia do frio adequadas, como as obras). “Isso nos permitirá atender tanto à vacinação domiciliar, como a corporativa, além de iniciar um estoque próprio para abastecer as clínicas parceiras e validar e testar algumas ações que podem ser replicadas na rede. Isso já estará em operação na campanha de imunização contra gripe 2021, que está iniciando agora”, enfatiza.

As perspectivas para 2021, portanto, são bastante promissoras. Espera-se um salto ainda maior de crescimento, tanto de capilaridade como em receita. Em uma expectativa ponderada, a ideia é chegar a uma média de três doses por dia, por seller. Considerando um cenário de cerca de 100 clínicas fazendo parte do marketplace até o final do ano e um ticket médio de cerca de 300 reais, a ideia é que o faturamento alcance a faixa dos 36 milhões de reais. E, de acordo com o CEO, existe potencial para isso, pois o Brasil tem mais de 3,5 mil clínicas de vacinação e dez mil pontos de aplicação privados (laboratórios e farmácias). Este mercado fatura por ano cerca de 3 Bilhões de reais e atinge mais de 68 milhões de pessoas . Ou seja, há uma fatia ainda a ser conquistada pela venda online.

“Somos um marketplace B2B2C nossa proposta é ser um hub no mercado privado de vacinação, atuando em toda a cadeia produtiva. Queremos gerar valor para o cliente, com informação segura e de qualidade e apoiando na compra e agendamento online; para as clínicas com uma solução plug and play de e-commerce e como rede de escoamento e fornecimento para os distribuidores. Além de ser uma vitrine para a indústria, um canal promocional e uma fonte de dados para o fabricante, funcionamos como uma ferramenta de prescrição e suporte técnico para a classe médica. Hoje “ganhamos” com relação clínica e paciente, por meio da intermediação do serviço. Ao longo dos próximos anos, pretendemos gerar tráfego e monetização em outros elos”, finaliza Tendler.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui