Pilares atuais da inovação tecnológica

Publicidade

Internet das Coisas, Machine Learning e Big Data são termos da tecnologia que nos ajudam a criar um mundo mais conectado e inteligente, com soluções inovadoras para diferentes necessidades. Quem nunca ouviu falar sobre casas com recursos para apagar as luzes, fechar as cortinas ou ligar a TV automaticamente?

Com tantos dispositivos e funções, empresas disruptivas têm conseguido proporcionar mais praticidade e conforto aos usuários, agilizando processos e tornando seu dia a dia ainda mais seguro.

Entre as principais tecnologias no mercado, existem três que estão revolucionando a maneira como lidamos com nossos eletrônicos e eletrodomésticos, além da nossa casa como um todo: IoT, Machine Learning e Big Data.

Publicidade

Confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre os atuais pilares da tecnologia e como eles podem transformar sua rotina.

Inovações tecnológicas

É inegável que a tecnologia está presente em praticamente todas as nossas tarefas, desde o despertador do celular até o fogão inteligente com regulagem de temperatura que esquenta nossa refeição.

Cercados por todos os lados, os usuários conseguem usufruir das vantagens de ter dispositivos conectados, garantindo uma experiência de uso ainda mais completa e eficiente. Equipamentos como smart TVs, assistentes virtuais, fechaduras eletrônicas e geladeiras inteligentes, por exemplo, já fazem parte da realidade de muitos consumidores.

Outro ponto fundamental é manter os dispositivos em sincronia e longe das ameaças digitais. Para isso, é indispensável que empresas façam investimentos em cibersegurança, evitando o vazamento de dados e, consequentemente, a exposição indevida de informações.

Conheça agora os 3 pilares da inovação tecnológica

Entenda os conceitos por trás dos principais pilares da tecnologia, utilizados na indústria e automação: IoT, Machine Learning e Big Data.

Internet das Coisas (IoT)

O termo em inglês Internet of Things refere-se a dispositivos eletrônicos capazes de controlar outros objetos a distância via internet. Através do sinal, é possível controlar diferentes equipamentos por meio de aplicativos e softwares. Ou seja, você pode estar na rua e configurar o ar-condicionado para climatizar o ambiente antes da sua chegada.

Atualmente existem inúmeros dispositivos e aparelhos equipados com IoT. Conheça a lista com alguns deles:

  • Smart TVs;
  • Geladeiras;
  • Smartwatches;
  • Câmeras e sistemas de alarme;
  • Sensores de monitoramento agrícola;
  • Carros autônomos.

A IoT avança em ritmo acelerado, alcançando diversos segmentos da sociedade e causando um impacto significativo em setores como agricultura, mobilidade urbana, saúde, segurança, entre outras áreas essenciais para os consumidores.

Machine Learning

Entre os principais pilares da inovação tecnológica, o Machine Learning é o responsável pelo aprendizado de máquina. O termo refere-se à maneira como computadores e equipamentos registram informações, através da inteligência artificial, para analisar padrões e melhorar processos.

Os dados coletados pela máquina, sejam eles algoritmos, imagens ou textos, dizem respeito às atividades dos usuários e suas preferências. Assim, marcas e dispositivos conseguem assimilar o comportamento dos indivíduos e criar soluções mais eficazes para suas necessidades.

Com o aprendizado de máquina fica mais fácil oferecer produtos e serviços mais precisos, contribuindo para aprimorar a experiência do usuário.

Big Data

O último, porém, não menos importante pilar da inovação tecnológica, o Big Data é essencial para o funcionamento dos outros dois conceitos. Na verdade, os três caminham em sintonia quando o assunto é pensar em soluções inovadoras para a sociedade.

O Big Data é responsável por centralizar e analisar uma fonte enorme de dados, incluindo milhões de informações sobre comportamentos e preferências de usuários, por exemplo. Através de um sistema inteligente, a tecnologia é capaz de interpretar todos esses elementos para encontrar padrões específicos.

Com relatórios completos, as empresas conseguem ter acesso a informações relevantes para o direcionamento de suas atividades, como detalhes sobre as interações nas redes sociais, localização de seus consumidores, quantidade de acessos no site, entre outros dados.

Através de algoritmos cada vez mais inteligentes, é possível diminuir riscos e criar soluções mais eficientes, transformando a maneira como os usuários se relacionam com as marcas.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui