Prepare-se para colocar sua marca no TikTok

0
Publicidade

Em constante inovação, o mundo digital tem uma nova onda: o TikTok. A rede social, voltada para a divulgação de vídeos curtos, já tem mais de 7 milhões de usuários no Brasil – com um crescimento expressivo na quarentena – e começa a atrair também as empresas. Mas, como em qualquer mídia social, é preciso entender como o TikTok funciona e pode contribuir com o seu negócio.

“A popularização do TikTok veio porque ele é um espaço extremamente democrático, qualquer pessoa pode criar conteúdos divertidos, por meio das dublagens, dos cortes, da interação com o vídeo, e viralizar. São vídeos curtos, que se renovam muito rápido e trazem muito entretenimento”, comenta o consultor de comunicação, Matheus Jacob.

Para ele, a rede social tem tudo para seguir o mesmo caminho do Instagram. “No começo, as empresas achavam que o Instagram não era pra elas, mas perceberam que era um canal importante de comunicação com os clientes e que toda a rede social vale para as empresas, se elas sabem o que e como divulgar”, diz Matheus, lembrando que, hoje, o Instagram é um market place, em que os clientes podem acessar e comprar – o que pode ser o futuro do TikTok.

Mesmo que o TikTok ainda tenha um público majoritariamente jovem, segundo Matheus, é válido que as empresas criem seus perfis e conteúdos para essa rede. “Você pode estar presente na rede social mesmo que o cliente não esteja ali porque o posicionamento de marca vai muito além disso”, afirma. “O TikTok pode ajudar a ganhar uma fatia do mercado antes que o concorrente ocupe esse espaço, pode servir para fortalecer um projeto de marca empregadora ou até criar conteúdos novos e depois usufruir disso.”

Publicidade

Mas como entrar na nova rede? Veja três dicas importantes de Matheus para marcar presença no TikTok:

– Traga conteúdos adequados para a plataforma. Fuja da fórmula da propaganda, use a criatividade e adapte-se aos formatos do TikTok: vídeos curtos e divertidos, conectados com a sua marca.

– Não confunda informalidade com entretenimento. Os vídeos podem – e devem – ser divertidos, ter um caráter mais humano e menos profissional, mas não deixe de lado os valores, os princípios e a ética da marca.

– Cuidado para não colocar comunicadores que não são adequados para o TikTok. Talvez o presidente da empresa ou um dos executivos não sejam as melhores pessoas para estar ali como representantes da marca.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui