Programa Centelha 2 investirá R$ 97 milhões para incentivar o empreendedorismo inovador

Publicidade

O Programa Centelha, que possui como principal objetivo apoiar e estimular a criação de novos negócios inovadores, chega à sua segunda edição. Neste ano, a iniciativa contará com a participação de 25 estados e do Distrito Federal e prevê o investimento de mais de R$ 97 milhões, sendo R$ 74 milhões pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e R$ 23 milhões pelos parceiros estaduais. Na primeira edição, foram mais de 15 mil ideias inovadoras submetidas em todo o Brasil e mais de 1 mil municípios envolvidos.

Todos os estados participantes devem abrir as inscrições até o final do primeiro semestre de 2022. A expectativa é que, até o final do programa, sejam criadas cerca de 1 mil novas startups em todo o Brasil, com o envolvimento de pelo menos 50 mil empreendedores. Cada empresa contemplada receberá em torno de R$ 50 mil, além de capacitação e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso.  As propostas poderão ser submetidas por pessoas físicas, vinculadas ou não a empresas com até 12 meses de existência anteriores à data de publicação do edital.

Publicidade

De acordo com Leandro Carioni, Diretor do Centro de Empreendedorismo Inovador da Fundação Certi, em sua primeira edição, o programa gerou impactos imensuráveis. “Conseguimos enxergar novos negócios nascendo, se transformando e os ecossistemas se movimentando. Essa é a ideia do Programa Centelha, promover uma mudança cultural no Brasil”, comenta.

Já para o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, é com o Programa Centelha que começará o futuro de muitas startups e empresas. “A transformação de ideias inovadoras em negócios concretos e a realização de sonhos garantirão o futuro econômico e social de cada estado e, consequentemente, de todo o Brasil”, completa.

Marcelo Camargo, Superintendente da Área de Pesquisa Aplicada e Desenvolvimento Tecnológico da Finep, acredita que o Programa Centelha veio para dar a escala necessária à disseminação da cultura empreendedora e inovadora no Brasil. “Esta cultura permitirá usar a inovação como grande alavanca para combate a desigualdades sociais, uma vez que possibilitará maior acessibilidade aos produtos e serviços inovadores, bem como garantirá o surgimento de novos empreendedores e empresas”, conclui.

O Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e a Fundação CERTI.

Para mais informações sobre o Programa Centelha e inscrições, acesse: https://programacentelha.com.br/.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui