Mais

    Programador desde os 12 anos, empreendedor vê sua vida mudar ao criar escola de programação e robótica

    Publicidade

    Segundo a “Pesquisa da Indústria Brasileira de Games 2022”, de abril, divulgada pela Abragames (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos) no BIG Festival, em média, 74,5% dos brasileiros jogam videogames. O que indica a maturidade do mercado de games no Brasil, onde o número de estúdios de videogames mais que dobrou entre 2018 e 2022.

    Com isso, a busca por cursos de programação e robótica se mantém em alta. Na SuperGeeks, escola pioneira de Programação e Robótica para crianças e adolescentes, a procura teve um aumento de 20%. “Muitas crianças chegam até nós pensando não só em desenvolver seus próprios games e aplicativos, como também transformá-los em algo rentável. Muitas delas, inclusive, com pouco mais de 10 anos já começam criando suas próprias startups”, Marco Giroto, fundador da SuperGeeks.

    Publicidade

    Programador desde os 12 anos, Marco Giroto fundou com sua esposa, Vanessa Ban, a rede SuperGeeks, em 2012, no Vale do Silício (EUA), onde moravam. Lá perceberam que escolas, empresas e políticos estavam se mobilizando para ensinar Ciência da Computação para crianças e adolescentes.

    Amantes da tecnologia e da educação, Giroto e Ban, trouxeram o conceito ao Brasil e criaram um site para sentir a receptividade dos brasileiros, com objetivo de preparar crianças para demandas futuras e fazer com que façam parte de uma massa digital qualificada e preparada.

    Com o sucesso da metodologia utilizada pela escola, o bolsista Lucas Gabriel de Oliveira Brito, 17 anos, que iniciou o curso MasterGeeks 01, se destacou na turma, concluiu o primeiro módulo em apenas cinco meses, foi promovido ao MasterGeeks 02 e convidado a ser monitor na turma que possui mais de 9 alunos.

    Em junho de 2022, iniciou sua carreira no mercado de TI como analista de Cloud e sua jornada acadêmica no curso de Análises e Desenvolvimento de Sistemas. Para Lucas, esse projeto significou uma mudança de vida. “Através do curso, aprendi várias linguagens de programação, além da programação em si, sendo hoje um analista de Cloud”, comenta.

    Publicidade

    A SuperGeeks oferece três tipos de cursos: Regulares (Ciência da Computação, Robótica ou SuperKids – semestrais/anuais), Extras (Youtuber, Programação em Roblox ou Programação no Minecraft – bimestrais) e QuickCodes (Criando Games 2D ou Robótica com Arduíno – mensais). A maioria dos cursos da SuperGeeks são baseados na metodologia de gamefication (mecanismos de jogos) e game-learning (aprender por meio de jogos).

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui