Qual o segredo de ex-atletas que conquistaram sucesso no empreendedorismo?

0
Bruno Bronetta

Craques também no mundo dos negócios, ex-atletas apostam em empresas de produtos ou serviços para se manterem ativos após a aposentadoria do esporte e com muito sucesso

Empreender não é uma tarefa fácil e precisa de estratégia e liderança para alcançar bons resultados. Características que também são necessárias aos atletas em meio à vida esportiva quando estão na quadra, campo ou piscina, por exemplo. No Brasil, temos ótimos exemplo de esportistas que, após encerrarem a carreira atlética, levaram a visão estratégica, a dedicação e espírito de liderança para a vida corporativa.

Gustavo “Guga” Kuertenconsiderado o maior tenista masculino da história do Brasil e referência no esporte mundial, hoje comanda o Grupo Gustavo Kuerten, holding de investimentos imobiliários e a Escola Guga, rede de franquias de escola de tênis, além de administrar parcerias e gerenciar os produtos da sua marca. Para Kuerten, assim como quando atuava em quadra, o segredo do seu sucesso está em criar uma equipe de confiança com pessoas que se identificam com a marca.

Já Joel Moraes atribui o seu sucesso ao foco. Ex-nadador da seleção brasileira se tornou mestre em esportes pela EEFE-USP, professor universitário e autor do livro Esteja, Viva, Permaneça 100%, atualmente é investidor e CEO da 3P’s Treinamentos, empresa de desenvolvimento pessoal e treinamento na área corporativa.

Não diferente dos seus colegas, o empreendedor Bruno Bronetta começou sua carreira como jogador de futebol, na função de meio-campista e passou por clubes nacionais como Portuguesa, Corinthians, Santo André e internacionais como Dinamo, Kavala. Bronetta acredita que a convivência no meio dos esportes, foram primordiais para o sucesso de agora.

“O futebol é muito dinâmico e necessitamos tomar decisões rápidas, seja um jogo ou um treino. Logico que a pressão no mundo dos negócios é muito diferente da época dos jogos, em que um erro poderia representar uma derrota, um título ou a cobrança de uma torcida nervosa. No entanto, a pressão do dia a dia, de fechar um novo negócio e ajudar um franqueado a se desenvolver em um novo segmento é muito gratificante e me traz muita adrenalina”, explica o ex-jogador, que hoje é empresário.

Após quase 20 anos no esporte, Bronetta decidiu tirar a bola do pé e investir no mercado de seguros. O talento com vendas fez com que o empreendedor e ex-atleta dobrasse os resultados da corretora do sogro, a TSValle. “Com o foco nos negócios, investi na inovação para conquistar mais clientes e transformei a empresa em uma rede de franquias que, atualmente, possui 31 franqueados em diferentes capitais do Brasil. E oferecemos um modelo de franquia no formato home office, com investimento inicial de R$ 8.900,00, que pode ser parcelado em até dez vezes”, acrescenta Bronetta.

Visão de Jogo
O que se espera é que a carteira aproximada de 30 mil contratos que a multinacional possui hoje seja expandida aos diversos tipos de seguros, como Automóvel, Residencial, Empresarial, Transportes, Vida e Responsabilidade Civil.
A TSValle, atualmente, tem sido inclusive uma solução ideal para pessoas que querem continuar na ativa após a aposentadoria ou – para aqueles que estão desempregados – uma oportunidade para enxergar no home office um novo caminho profissional com muitas chances de prosperidade e sucesso por meio do seu próprio negócio.
Assim como os outros tantos outros atletas, o CEO da TSValle, Bruno Bronetta, construiu uma carreira de brilhante por meio do empreendedorismo e se tornou uma referência para aqueles que encerram sua passagem pelo esporte e buscam novas oportunidades de trabalho e investimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui