Receio do desemprego? Confira recursos gratuitos que podem ajudar a turbinar o currículo durante a quarentena

0
Divulgação

Ainda não é possível saber quais serão os efeitos da pandemia do coronavírus no mercado de trabalho, tanto em termos de transformações comportamentais quanto em retração das vagas. O atual panorama mostra que, apesar de mais baixo quando comparado com o mesmo período do ano passado, o desemprego já estava em alta no País ao longo dos três primeiros meses de 2020 segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – impulsionado, principalmente, pelo encerramento de vagas sazonais – e a tendência é que esse número cresça por conta da crise do Covid-19.

E para tentar fugir desse cenário ou mesmo se recolocar ou recomeçar nesse tempo de incerteza uma possibilidade é aproveitar a onda de cursos e ferramentas online e gratuitas para desenvolver habilidades necessárias ao novo mundo e que vão além da sua área de formação ou atuação. Com o computador ou o celular é possível fazer do ensino à distância um importante aliado. Confira abaixo uma seleção que pode ajudar a melhorar o currículo sem a necessidade de investimento:

Produtividade

O home office possivelmente veio para ficar. A pandemia acelerou sua implementação e para alguns gerou uma nova necessidade de adaptação ao auto gerenciamento do seu tempo e do seu trabalho, assim como de combinar tudo isso à outras necessidades do lar, como cuidar da casa, das refeições dos filhos. Justamente por isso a busca por conteúdos relacionados a como melhorar a produtividade despontou no último mês nos buscadores da Internet.

Então, tratando-se de uma habilidade que possivelmente será requerida no mundo pós Covid-19, uma opção para trabalhá-la melhor é o curso rápido, de apenas 2 horas, oferecido pela ESPM. Com o dobro da carga horária, também é possível aprender mais sobre métodos de organização, equilíbrio e felicidade x trabalho com a PUC-RS.

Inglês

A cooperação internacional ganhou ainda mais importância diante do atual cenário, seja na ciência para que seja encontrada a vacina e o tratamento eficazes contra o novo vírus ou ainda nos diferentes setores da economia para tratar de boas práticas na adaptação dos negócios e de medidas de contenção e recuperação. E nesse contexto, o inglês, que já é tido há muito tempo como a língua dos negócios, se destaca ainda mais como uma necessidade para os empregadores.

Para avançar no desenvolvimento da língua é possível implementar no dia a dia algumas ferramentas que estão disponíveis para auxiliar em diferentes aspectos como o Write&Improve, uma plataforma criada para analisar e corrigir em segundos redações em inglês. Criada por Cambridge English, departamento da Universidade de Cambridge voltado para avaliação de proficiência em inglês, ela retorna aos usuários uma avaliação sobre a gramática e o vocabulário empregados no texto assim que o usuário o submete, assim como aponta o que pode ser melhorado. Além disso, ela conta com uma seção chamada Business Workbook que centraliza atividades para praticar a escrita do idioma com foco no mundo dos negócios.

Já se você deseja encontrar exercícios e materiais para aprofundar os estudos de fato, a seção Learning English disponível em seu site, reúne cerca de 80 opções e atividades, com temas cotidianos como alimentação, entretenimento, relacionamentos interpessoais e trabalho e também assuntos ligados a tarefas usuais, como preencher formulários e emitir opiniões. Elas são interativas e é possível selecionar por habilidade (gramática, compreensão auditiva, expressão oral, leitura, vocabulário ou escrita), nível de conhecimento (básico, intermediário ou proficiente) e por tempo disponível para o estudo (de 0 a 5 minutos, de 5 a 10 minutos ou mais de 10 minutos).

Criatividade e inovação

Tudo o que conhecemos hoje está em transformação, desde as nossas relações (sejam pessoais ou profissionais) até os hábitos de consumo. E, por isso, é hora de se reinventar. Já temos visto um show de criatividade e inovação em muitos negócios no âmbito local, como as diversas indústrias de bebidas que utilizaram sua matéria prima para passar a produzir álcool gel; a rápida adoção do delivery por restaurantes e chefes de cozinha de todos os portes; as grandes lives dos artistas em substituição aos shows presenciais.

Tudo isso é fruto de times formados por pessoas orientadas a buscar soluções e formas de fazer aquilo que parece impossível. Ou seja, na prática, criativas e inovadoras. Se esse jogo de cintura ainda te falta para criar e traçar novas rotas, produtos e serviços, o SEBRAE pode ajudar com suas capacitações sobre criatividade e sobre inovação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui