Mais

    Roblox: Jogo líder de audiência entre crianças e adolescentes mostra a importância de aprender ciência da computação

    Publicidade

    Em um mundo onde tudo é – ou se tornará – controlado por máquinas e tecnologia, saber programar tornou-se pré-requisito. Crianças e adolescentes são inseridos cada vez mais cedo no universo da tecnologia através de games e países de primeiro mundo já estão mudando suas leis para que a ciência da computação seja inserida no currículo escolar como matéria obrigatória.

    Populares entre crianças de 5 a 12 anos, o Roblox, sistema de criadores de jogos on-line onde a maioria do conteúdo é criado por criadores de jogos “amadores”, está crescendo rapidamente. À primeira vista, muitos pais não observam os videogames como elementos educadores, mas o papel dos jogos na indústria da educação mudou drasticamente, especialmente no caso do Roblox, pois é possível aprender jogando com o uso da codificação.

    Publicidade

    Segundo o Rooster Money, o game liderou as tabelas de gastos com dinheiro no Reino Unido em 2020, à frente do Fortnite. A empresa recentemente começou a ser negociada na Bolsa de Valores de Nova York sendo avaliada em impressionantes US$ 45 bilhões de dólares.

    Um curso muito procurado no período de férias na SuperGeeks, rede que ensina ciência da computação e robótica para crianças e adolescentes, é o de Programação e Criação de Mods no Roblox, que faz parte da grade de Cursos Regulares anuais da escola. Nesse curso, as crianças têm contato com programação visual em blocos e linguagem de programação Lua, desenvolvida por brasileiros e é amplamente utilizada em jogos multiplayer.

    Os alunos da escola aprendem desde configuração de um ambiente em desenvolvimento, até criação de itens especiais, assim como noção de programação básica através de criação de Mods. Veja abaixo algumas vantagens que esse game traz na área da educação:

    Codificação:

    Publicidade

    Uma das coisas que torna o Roblox uma ferramenta educacional tão boa é que ele ensina codificação. Codificar com esse game é simples e ótimo para iniciantes. Permitindo que as crianças construam seu mundo usando ferramentas de construção visual. Antes que você perceba, estarão escrevendo linha após linha de código.

    Lógica:

    A lógica vem de mãos dadas com a codificação e o Roblox não é exceção. À medida que o criador testa seu jogo, ele terá que usar a lógica para descobrir como expressar suas ideias por meio do código. Muitos jogos envolvem quebra-cabeças ou outros componentes que envolvem raciocínio lógico.

    Matemática:

    Muitas crianças acreditam que aprender matemática em um ambiente acadêmico é monótono, mas usá-la na criação de jogos é envolvente e dá a oportunidade de aplicar os conceitos que aprenderam na escola.

    De acordo com Cássia Ban, CEO da SuperGeeks, o maior desafio hoje é mostrar para as pessoas como aprender ciência da computação desde cedo é decisivo e importante para a formação dos profissionais no futuro, bem como ao desenvolvimento do país.

    “O Brasil só se tornará um país de primeiro mundo se começarmos pela base, sendo nossas crianças e adolescentes. Precisamos transformá-los em criadores de tecnologia e não apenas consumidores. Em vez de deixá-los jogando videogame o tempo todo, devemos incentivá-los a criar os próprios jogos”, comenta a CEO da SuperGeeks, Cássia Ban.

    Criada no Vale do Silício (EUA) quando seus fundadores, Marco Giroto e Vanessa Ban, perceberam que escolas, empresas e políticos americanos estavam se mobilizando para ensinar Ciência da Computação para crianças e adolescentes.

    A SuperGeeks possui uma metodologia exclusiva e apoio pedagógico adequado para que o ensino seja aproveitado ao máximo. Com mais de 4 mil alunos, a SuperGeeks leciona para crianças entre 05 a 18 anos, a ciência da computação, e acredita que a programação é essencial para o processo de aprendizagem.

    Operando no sistema de franquias, a SuperGeeks conta com mais de 60 unidades espalhadas por todo país e pretende finalizar 2022 com 25 novas franquias comercializadas e aumentar o faturamento em 50%. O investimento na rede para quem deseja se tornar um franqueado é de R$ 19 mil a R$ 200 mil

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui