A Link School of Business, primeira faculdade brasileira a oferecer um bacharelado voltado para quem quer se tornar empreendedor, traz um modelo de aprendizado totalmente inovador para o mercado de ensino nacional, com disciplinas práticas desde o primeiro semestre e aulas ministradas por empreendedores ativos no mercado.

Vislumbrando o grande potencial desse ecossistema empreendedor, a faculdade apresentou uma linha de crédito de R$ 50 mil para tirar do papel uma ideia de negócio de sua primeira turma de alunos. A linha de crédito foi concedida com base no exercício de criação de um negócio ligado à importação ou exportação de produtos. O conselho que sabatinou as propostas e propositores foi composto pelos próprios alunos, tudo com base em conteúdos absorvidos nas matérias do primeiro mês de aula e a decisão final, ficou por conta do professor da disciplina e fundador da Link, Alvaro Schocair.

Os vencedores, Mike Goto (20)Gustavo Dantas (22) e Bernardo Moreira (18), apresentaram o Santa Cucina – um e-commerce de utensílios premium para cozinha –, com base em pesquisas de mercado, contato com fornecedores na China, levantamento de produtos indisponíveis e desejados no Brasil, estratégia de marketing, entre outras abordagens.  “Nunca pensei que seria tão rápido. Antes de entrar na Link eu tinha altas expectativas sobre o ensino e as propostas disruptivas da faculdade, mas essa oportunidade superou todas elas.” Gustavo Dantas (22), aluno da Link e co-fundador do e-commerce Santa Cucina.

Como um celeiro para empresas e startups, a faculdade tem uma vertente inovadora em seu DNA e está na direção de se tornar um polo de desenvolvimento de negócios, como um Silicon Valley brasileiro. Isso credita o interesse e procura de pessoas que tenham perfil empreendedor, o que reflete na maior taxa de alunos já empreendedores em cursos de administração, chegando a 20%. Até o momento, em sua primeira turma, 40 alunos já estão em etapas avançadas na criação de suas empresas e, 16 negócios que já existiam fora da estrutura da Link, já estão faturando e recebem a mentoria do corpo docente da faculdade.

A Link estimula e qualifica seus alunos para que, além de empreendedores do próprio negócio, sejam capazes de diversificar suas rendas. Prova disso é que, quando o aluno completar um ano estudando na instituição, ele se tornará sócio da mesma. “Ao completar um ano na Link, os alunos viram sócios da faculdade e adquirem um percentual dentro dos 10% destinados ao programa Alumni. Isso os motiva a desenvolver de forma prática o conteúdo ministrado em aula, confere um sentimento de pertencimento à estrutura e os insere no mercado de investimentos – o que valida um dos pilares que apresentamos desde o início, que é a antifragilidade/diversificação da renda.”, comenta Alvaro Schocair, Fundador e Professor de Finanças da Link School of Business.

Na Link os professores nos ensinam a não valorizar o medo, potencializam nossas qualidades para que a gente consiga aprimorar nossas habilidades e tirar negócios do papel. Isso nos deu a segurança de desenvolver e apresentar nosso projeto, que certamente será o primeiro de muitos aqui dentro.”, comenta Bernardo Moreira (18), aluno da Link e co-fundador do e-commerce Santa Cucina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui