Tecnologia e logística: Dicas para ajudar os setores logísticos

Publicidade

A tecnologia, sua aplicação e importância no mercado nos últimos tempos vem crescendo, mas um setor que merece destaque para o auxílio que ela é capaz de fornecer é o de logística, em que a automatização otimiza o trabalho consideravelmente. 

Basicamente, essa área envolve os processos de gestão, armazenamento e distribuição dos recursos da empresa, realizando todo o planejamento desses processos e organizando todo o desenvolvimento dela. 

Quando uma instituição utiliza a tecnologia na sua área de logística, ela consegue armazenar, acessar e tratar seus dados de maneira muito mais rápida e fácil de gerir, o que é essencial para aquelas que precisam controlar um grande número de pedidos e produtos.

Publicidade

Portanto, na prática, a logística de uma empresa de entregas rápidas é responsável por controlar o estoque e armazenamento, comprar o material necessário, como caixas de papelão para embalagem, planejar o deslocamento dos produtos e acompanhar o processo. 

Sendo assim, o setor precisa ser especializado de maneira estratégica, conseguindo controlar todas as etapas.

Visto que o planejamento correto impacta diretamente o desenvolvimento das outras etapas da empresa, especialmente, no quesito de custos operacionais. 

Com o aumento da competitividade no mercado e a necessidade crescente de aumentar o ritmo de produção, tornou-se essencial automatizar certas tarefas, visando uma otimização dos processos, melhorando a qualidade e quantidade dos resultados. 

Como consequência, a empresa consegue aumentar a sua margem de lucro e direcionar os seus investimentos de forma mais inteligente e eficiente, o que aumenta a relevância dela frente à concorrência e se destaca no mercado. 

No que se refere a esse setor, a implementação da tecnologia é capaz de surgir como uma ferramenta de administração mais precisa de suas atividades, ajudando, por exemplo, no:

  • Controle de entrada e saída de produtos;
  • Agendamento e roteirização de entregas;
  • Planejamento dos produtos;
  • Organização, planejamento e demanda do estoque;
  • Manutenção da informação relacionado aos custos e desempenho;
  • Processamento de pedidos;
  • Garantia de realização de entregas no prazo;
  • Bom funcionamento dos recursos de transporte;
  • Prevenção de perdas.

Essas são as principais áreas responsáveis pela logística em que a tecnologia consegue ajudar, mas, se for ponderado, praticamente, qualquer ação que ela precisa realizar, a automatização pode ser um diferencial de grande qualidade e importância. 

Portanto, um exemplo, uma empresa de entrega de documentos pode fazer com que uma planilha online contabilize a quantidade de documentos que chegam até o seu armazenamento e realize o controle diário de quais deles devem ser distribuídos no dia. 

Dessa maneira, ela consegue diminuir a taxa de erros, uma vez que o computador realizará o trabalho a partir de um programa já estabelecido e ainda aumentará a produtividade dos colaboradores, uma vez que o tempo de realização de uma tarefa será diminuído. 

O seu ponto de principal importância se refere ao fato de que esse setor é obrigado a lidar com um volume excessivo de informações.

Isto, tendo a tecnologia utilizada como uma ferramenta para agilizar as transações, reduzir os custos e aumentar a produção. 

Em resumo, investir na implementação de uma tecnologia de qualidade em uma empresa, especialmente em seu setor de logística, pode surgir como uma forma de melhorar o trabalho e os resultados gerais dela, facilitando o seu desenvolvimento. 

Implementando a tecnologia

Todavia, é essencial saber que tipo de tecnologia implementar e em quais atividades ela deve se aplicar. 

Isso porque o investimento é relativamente alto, exigindo uma análise mais profunda para ele gerar bons resultados. Por esse motivo, seguem algumas dicas:

Integre os processos

A primeira coisa a fazer com o auxílio da tecnologia na área de logística é integrar todos os processos que a envolvem, permitindo, assim, uma comunicação entre todas as etapas e facilitando o controle de cada trabalho realizado. 

Contudo, o foco principal desta atuação é que, muitas vezes, ela permite um acompanhamento em tempo real, garantindo que os projetos sequenciados forneçam e recebam as informações necessárias automaticamente, concluindo mais rapidamente. 

Por exemplo, uma empresa de serviço de entrega motoboy para conseguir levar um produto até seu destino final precisa ter buscado ele na etapa anterior. 

Com um software, o condutor responsável poderia clicar em um botão no próprio celular para identificar a coleta. 

No momento que ele colocar no sistema que está com o produto, a empresa já deve iniciar a conta de tempo para realizar a entrega dentro do prazo que havia sido estipulado com o cliente, sendo algo muito mais fácil do que avisar manualmente. 

Com isso, a próxima etapa do serviço já pode ser iniciada ou os colaboradores já sabem em que momento da entrega de cada produto a empresa está localizada, tendo uma visão geral do processo e conseguindo intervir rapidamente se surgir algum problema. 

Outro exemplo, é um software que, quando um cliente compra robôs de carga industrial, o sistema recebe o pedido, fazendo o desconto na quantidade disponível no estoque e já deixando separado a compra para que a próxima etapa de empacotamento seja realizada. 

Dessa maneira, é possível agilizar a comunicação em geral de todos os processos e facilitar o cumprimento de atividades que dependem da realização de outra antes, o que gera um aumento da produtividade, da segurança das informações e dos erros e do retrabalho.

Use na versão mobile

Uma dica essencial para o uso da tecnologia no setor de logística é adotar a versão mobile da tecnologia, uma vez que ela permite a consulta e mudança rapidamente de onde o responsável estiver, sem se preocupar em ter que se deslocar até o local para resolver. 

Um exemplo, uma empresa de caminhão para mudança teve um problema na contagem do número de veículos disponíveis, mostrando aos clientes um número menor do que o quanto eles podiam oferecer. 

A partir do momento que o gestor possui o software no celular, ele consegue mudar rapidamente essa configuração, diminuindo os prejuízos, pois os clientes não terão tempo de ter o serviço negado. 

Esse é um ponto muito vantajoso, pois garante que o responsável consiga ter acesso não importando o seu local, o que permite que ele esteja viajando e consiga resolver qualquer atividade e monitorar todas as etapas se desejar. 

Com isso, é permitido que os motoristas responsáveis pela coleta e entrega de encomendas e produtos tenham acesso ao sistema, dando a eles a oportunidade de disponibilizar o status do deslocamento, declarar ocorrências e ter uma comunicação direta. 

Deve-se levar em conta que, assim como a produção e a realização dos serviços precisa se tornar algo rápido, a comunicação também necessita dessa agilidade, tendo a tecnologia mobile como uma garantia de fluxo de informações fluido.

Realize a gestão do estoque 

A gestão do estoque é ponto essencial para garantir o bom funcionamento de uma empresa e o controle total sobre os seus produtos, o que exige que todas as informações relacionadas estejam corretas e exatas. 

Isso porque qualquer erro de contagem em sua disponibilidade pode perder vendas ou uma falta de organização pode fazer com que o responsável perca mais tempo procurando por determinado produto, diminuindo a quantidade de trabalhos realizados. 

Dessa maneira, é essencial implementar um software que controle e organize de forma geral todos os tópicos relacionados à gestão dele, garantindo uma atualização constante de suas informações e garantindo exatidão.

De forma geral, o controle da gestão do estoque garante à empresa uma diminuição das taxas de erros e de retrabalhos, aumentando a segurança e confiabilidade das informações, pois tudo ficará registrado automaticamente por uma tecnologia. 

Por exemplo, uma assistência técnica Iphone precisa receber todas as peças que usa para consertar os produtos sempre que as disponíveis estiverem acabando, para garantir que quando precisarem, elas não estarão em falta. 

Com um programa para controlar tudo isso, é possível inserir as datas de chegada dos produtos, com a sua quantidade, o local que foram armazenadas, realizar a gestão de inventários e facilitar a troca de produtos com defeito e devoluções necessárias.

Integre o relacionamento com parceiros

A tecnologia para o setor de logística permite a integração dos processos envolvendo empresas externas, conseguindo melhorar o relacionamento com os fornecedores, as transportadoras e outros envolvidos. 

Isso acontece porque a empresa é capaz de criar uma cadeia logística entre essas empresas, de maneira que atuem em conjunto, buscando objetivos em comum e permitindo uma cooperação de qualidade, atuando como um grupo. 

Mantenha contato com as transportadoras

Para uma empresa que possui diferentes transportadoras, como uma responsável pelo transporte de pequenas encomendas e outra pelo de frágeis, é importante manter um contato direto e organizado com ambas, processo muito facilitado com a tecnologia. 

Isto é, ela conseguirá ter acesso à localização real de cada uma das suas cargas e a qualquer ocorrência durante o percurso, permitindo que ela nunca fique perdida e permitindo que ela não misture as empresas parceiras com os responsáveis. 

Conclusão

Em suma, a tecnologia surgiu como uma importante auxiliadora de praticamente todos os processos relacionados à logística, fazendo com que diversos processos sejam otimizados.

É importante ressaltar, no entanto, que é preciso conhecer essa estratégia em geral e suas aplicações para, após estudar as aplicações da própria empresa, seja possível implementá-la com qualidade e benefícios. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui