Tire suas dúvidas sobre o estilo de trabalho híbrido!

0

Com a pandemia de COVID-19, novos modelos de trabalho se difundiram no mercado brasileiro. Um dos modelos foi o trabalho híbrido, que consiste em dar autonomia para os profissionais escolherem onde querem trabalhar. Aqui, vamos explicar todos os detalhes sobre esse regime de trabalho. 

As empresas precisam fazer um bom trabalho de onboarding para engajar os funcionários nessa nova realidade. Afinal, a tendência é que mesmo com o fim da pandemia, modelos como o trabalho híbrido e o home office devem prevalecer no mercado. 

O que é o trabalho híbrido? 

O trabalho híbrido é caracterizado pela adoção de uma rotina flexível. Nela, os profissionais podem escolher como pretendem realizar suas atividades de trabalho. Dessa forma, os colaboradores podem revezar as suas jornadas de trabalho entre home office, escritório da empresa ou coworkings. 

Esse modelo de trabalho consiste no conceito de Anywhere Office, que na tradução literal para o português, significa “escritório em qualquer lugar”. Essa cultura visa exaltar a possibilidade de trabalhar em qualquer lugar, seja em casa, no escritório, durante uma viagem, entre outros, sendo uma forma de diferenciar o dia a dia de trabalho. 

No cenário atual de retomada gradual das atividades econômicas, é inevitável que muitas empresas querem o retorno dos profissionais no modelo presencial. Porém, depois de meses adotando o home office, muitas organizações perceberam que os funcionários se tornaram mais produtivos e que os custos com estrutura de escritório diminuíram. 

Nessa disputa entre home office e presencial, o trabalho híbrido pode ser considerado como o “caminho do meio”. A tendência é que os profissionais de diversas funções do mercado passem a trabalhar o modelo híbrido no pós-pandemia. Esse é o modelo perfeito para as empresas seguirem apresentando resultados e se preocuparem com a qualidade de vida dos colaboradores. 

O que a lei brasileira fala sobre o trabalho híbrido? 

Considerando o modelo híbrido como o regime de trabalho mais flexível, é preciso entender quais são os direitos e deveres das empresas e funcionários sobre o tema. Será que a lei brasileira regulamenta o trabalho híbrido? 

Bom, pelo menos por enquanto, a CLT não contempla o trabalho híbrido. Mesmo após a Reforma Trabalhista de 2017, não há nenhuma linha que especifique esse modelo de trabalho. As mudanças se resumiram a regulamentação do modelo home office. 

Porém, não é porque não há uma legislação específica sobre o tema que não existem direitos e deveres a serem respeitados. De acordo com a Reforma Trabalhista, a CLT segue com regras que devem ser conhecidas por todos. 

Existem, por exemplo, direitos comuns entre o modelo presencial e o home office que devem ser adotados no modelo híbrido como registro na carteira de trabalho, férias, 13° salário, recolhimento de FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço), vale-transporte e vale-alimentação para os dias que o profissional se deslocar. 

Também é importante que a remuneração do colaborador seja compatível com o mercado e ele tenha todos os benefícios dos profissionais que trabalham em outros modelos de trabalho. 

Quais são as principais vantagens do modelo híbrido?

Sendo um modelo flexível de trabalho, o modelo híbrido apresenta diversas vantagens para os colaboradores e as empresas. Confira os principais benefícios abaixo:

Diminuição do absenteísmo e do presenteísmo

O absenteísmo e o presenteísmo representam um impacto bastante negativo no trabalho. Com a falta de comprometimento dos colaboradores, a empresa tende a produzir menos e isso afeta os resultados da empresa no mercado. 

O trabalho híbrido é uma forma de flexibilizar o trabalho de cada colaborador, de acordo com as suas necessidades. Essa é uma maneira de engajar e motivar os profissionais, o que tende a turbinar a produtividade e o crescimento do negócio.

Redução de custos 

O modelo híbrido também é fundamental para reduzir os custos operacionais da empresa. Com a flexibilidade do modelo de trabalho, as organizações podem equilibrar a rotina dos funcionários no escritório, diminuindo os gastos com contas triviais como energia e água, por exemplo. 

Além disso, nos dias de home office a empresa pode dispensar a necessidade de pagar vale-transporte e vale-refeição. Outro ponto importante é que a adoção de ferramentas que permitam o trabalho híbrido, de certa maneira, também é uma forma de introduzir a ideia de “escritório em qualquer lugar”. 

Otimização das atividades de trabalho 

A flexibilidade do trabalho híbrido ajuda a otimizar as atividades do dia a dia. Mesclar o trabalho presencial com o home office é uma forma de sempre estar disponível para o trabalho e isso se torna possível no modelo híbrido. 

Nisso, o profissional também pode escolher como deseja trabalhar, optando pela forma de trabalho na qual rende mais ou que é mais simples para desenvolver diferentes tarefas durante a jornada de trabalho.

A tendência é que o modelo híbrido se torne um dos principais modelos de trabalho num futuro próximo. Os profissionais clamam por empresas que adotem a flexibilidade como conceito de trabalho,  e para as organizações esse modelo traz diversos benefícios para que o negócio se consolide no mercado e tenha estabilidade para crescer. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui