Trabalho remoto: Covid-19 está nos desafiando a mudar

0

É uma oportunidade para alcançar um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional e maximizar a produtividade

*Por José Luqué

Estamos vivendo tempos difíceis. Todos estão sendo desafiados. Mas toda crise tem seu fim e eu compartilho uma reflexão. Mais especificamente, sobre as coisas que mais valorizo, que têm um significado maior nos últimos dias, como minha saúde e a liberdade de me envolver pessoalmente com clientes, funcionários e na missão da minha empresa.

Criamos uma forma mais fluida, divertida e dinâmica de envolvimento dos funcionários, promovendo novas tecnologias. Valorizamos nossos clientes e nos reunimos para contratar e reter os melhores colaboradores do setor para atender e apoiar cada um deles. É uma tarefa muito gratificante e a constante mudança e até a incerteza do futuro nos tornam mais focados do que nunca. Todos os dias o objetivo é ajudar os clientes durante a mudança.

O amanhã é incerto, mas estou otimista de que podemos melhorar ainda mais a maneira de trabalhar e alcançar um compromisso ainda mais eficaz por meio do trabalho remoto. Sabemos que a quarentena obrigou muitas pessoas a adotar o trabalho remoto. No entanto, isso já era uma tendência para muitas empresas. Acho que estamos prontos agora. É uma oportunidade para alcançar um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional e maximizar a produtividade de cada hora trabalhada. Mas não será fácil e devemos estar preparados.

Vejamos algumas áreas em que os líderes podem promover maior comprometimento neste momento de mudança.

Empoderamento

O trabalho remoto e o home office têm vários benefícios para a produtividade dos colaboradores e dos negócios. Maior satisfação no trabalho, menos dias de férias e custos mais baixos são alguns exemplos. Para alcançar esses resultados, deve haver um incentivo ao trabalho remoto e ter infraestrutura necessária para fazê-lo. Isso é extremamente importante, pois muitos funcionários passaram do escritório para a sala de jantar de suas casas. Eles devem ter poderes agora.

Excesso de comunicação

Nas teleconferências, a comunicação não pode ser fria. Nós devemos ser autênticos. Deve ser uma mensagem real sobre os objetivos do setor e da empresa. Seja em tempos de crise ou de estabilidade, os líderes devem falar abertamente sobre pontos positivos ou negativos. Esse diálogo deve ser um processo entre partes iguais, com base na orientação e nos resultados. Sem uma medida de pequenas realizações e contratempos, não podemos estar preparados para as grandes oportunidades futuras. Converse frequentemente com líderes e colaboradores. O trabalho remoto requer um diálogo real e constante.

Transparência

Para muitos funcionários, geralmente aqueles com melhores resultados e que são altamente independentes em seu trabalho, ter que explicar os detalhes de sua tarefa de forma transparente pode ser um desafio. No entanto, em um ambiente de trabalho remoto, isso é extremamente importante. Os líderes devem modelar o comportamento e fornecer oportunidades efetivas e frequentes para compartilhar detalhes do trabalho, desafios futuros e decidir onde apoiar ou identificar a necessidade de recursos adicionais.

Disciplina

Devemos reconhecer que as distrações no trabalho remoto são reais. É necessário um tipo diferente de disciplina e o compromisso de ter uma agenda diária, que o escritório tradicional não exige. Reconhecendo que a flexibilidade pode ser ilimitada, é essencial que os líderes estabeleçam expectativas claras para o trabalho a ser realizado, diretrizes sobre como ele deve ser realizado e uma variedade de eventos para compartilhar o progresso em relação aos objetivos, formal e informalmente. É importante ter uma cadência regular em tudo o que é feito.

Intercambiável

Quero que meus funcionários saibam o que sei. Embora isso possa não parecer plausível, o trabalho remoto na verdade oferece mais oportunidades de aprender um com o outro e, posteriormente, absorver mais com as experiências dos colegas. Nós podemos ser intercambiáveis. Os deslocamentos matinais, almoços rápidos e volta para casa à noite, apenas para fazer tudo de novo no dia seguinte, podem ser uma grande exigência. Criar uma cultura de crescimento em que toda a organização (remota) tenha uma experiência compartilhada pode ser uma realidade com mais tempo no dia para se comprometer.

Colaborativo

Prefiro perder juntos do que vencer sozinho. Em um ambiente de trabalho remoto, os conhecimentos e as competências geralmente ficam ocultos nos locais mais inesperados. Isto é especialmente verdade em grandes empresas. Líderes de todas as variedades devem procurar talentos, onde quer que esses talentos residam. Convide todos, não exclua ninguém e tenha a intenção de extrair insights e comentários de várias fontes funcionais. Se os líderes fazem isso com frequência, e a colaboração se torna o padrão, o compartilhamento de informações se torna livre e mais valioso para as empresas.

Esses princípios não tem uma ordem específica, mas ajudam a criar times totalmente remotos de alta performance. Mesmo durante a crise, devemos seguir cada um deles, sendo mais adequado e contextualmente apropriado às circunstâncias de cada funcionário. Todos nós estamos sendo afetados de maneira diferente, mas não se engane, nosso compromisso com os clientes é inabalável. Líderes devem continuar a liderar e, embora o trabalho seja remoto, estamos mais ansiosos do que nunca por mudanças. Estes são tempos difíceis, mas isso também passará e a sociedade será mais forte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui