Três em cada dez buscas por crédito home equity são para abrir ou investir em empresas, mostra Pontte 

Publicidade

A retomada das atividades comerciais com a redução dos casos de covid-19 faz com que empreendedores busquem crédito para expandir ou abrir seus negócios. Nesse sentido, o home equity surge como boa alternativa, segundo levantamento realizado pela Pontte, fintech especializada em home equity, em sua plataforma.  

Praticamente três em cada dez buscas (31%) por crédito em outubro foram realizadas por pessoas que queriam investir em suas empresas ou até mesmo abrir o próprio negócio – em setembro, esse percentual era de 25%. Desse total, 18% querem expandir o investimento e 13% desejam criar suas companhias. 

Publicidade

Além disso, 30% das buscas por home equity têm como interesse a quitação de dívidas, trocando os débitos já existentes por um empréstimo com juros menores. Na sequência aparecem a reforma da casa, com 16%, e renda extra para lidar com a instabilidade provocada pela pandemia de covid-19 com 1% – o menor índice desde o início do levantamento, em maio de 2021. 

Dessa forma, a Pontte ultrapassou a marca de R$ 10,2 bilhões em solicitações de crédito apenas em 2021 e estabeleceu a melhor marca anual desde sua fundação, em 2019. Do início da operação para cá, a startup já teve mais de R$ 20,7 bilhões em solicitações. Praticamente nove em cada dez buscas (89%) são de pessoas físicas. O ticket médio é de R$ 522,8 mil. 

Presente em todo o território nacional, quase 80% dos clientes da fintech estão em São Paulo (78,9%). Na sequência aparecem Minas Gerais, com 7,8%, Rio Grande do Sul e Paraná, ambos com 2,6%, seguidos de Rio de Janeiro e Distrito Federal, cada um com 1,7%. A taxa de solicitações negadas é de 9%, bem abaixo da média do mercado.  

“Os dados mostram uma movimentação interessante. Há um aumento de solicitações feitas por pessoas físicas com o intuito não apenas de quitar dívidas, um movimento natural em meio à instabilidade provocada pela pandemia, mas também para ter crédito e conseguir empreender ou até expandir seu negócio, ainda mais agora com sinais de retomada das atividades comerciais”, explica Caroline Schulz, co-fundadora e Chief Strategy Officer da Pontte. 

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui