Trocafone recebe rodada de investimento de R$ 30 milhões

Com a captação, startup vai expandir operação no Brasil e ampliar oferta de serviços

0
17/02/2016 Guille Freire, CEO e fundador da Trocafone.Foto.Claudio Gatti

 A startup Trocafone, líder na compra e venda de smartphones e tablets seminovos no Brasil e América Latina, anuncia o recebimento de uma nova rodada de investimento no valor de R$ 30 milhões feita pelos fundos Barn InvestimentosBulb Capital e Wayra. Em cinco anos, esta é a sétima rodada recebida pela empresa, somando a quantia de R$ 200 milhões.

Com o recebimento do capital, a empresa vai expandir a oferta de serviços no Brasil e aumentar em 50% o tamanho da equipe, que hoje é de 400 funcionários. “Temos muitas oportunidades de crescimento no mercado e estamos apostando no lançamento de novos serviços. Além de revender smartphones seminovos, a Trocafone também está oferecendo aos clientes o seguro destes aparelhos contra queda acidental, roubo e furto. Outra novidade é o apoio aos serviços de leasing de celulares, muito comum nos EUA”, explica Guille Freire, CEO da Trocafone.

Com o leasing, o consumidor faz a compra no varejo e pode pagar em 24 parcelas, financiando 70% do valor. No final do contrato, pode devolver o aparelho e comprar outro ou pagar os 30% restantes do valor. No caso de usar o smartphone na troca, o intermédio da operação é feito via plataforma da Trocafone. O executivo reforça que para um programa deste tipo funcionar é preciso que um parceiro seja responsável pelos aparelhos seminovos envolvidos no negócio. “Esses acordos vão dar mais escala à nossa oferta e ampliar o estoque com variedade de aparelhos disponíveis”, acrescenta.

Para 2021, a empresa também está estruturando o lançamento de uma nova frente de negócio que será responsável pelo conserto express de smartphones e tablets, possibilitando que o cliente tenha seu aparelho arrumado em poucas horas.

Fundada no Brasil em 2014 pelos empresários argentinos Guille Freire e Guille Arslanian, a Trocafone já vendeu mais de 1,4 milhões de aparelhos seminovos e viu as vendas dobrarem de volume durante a pandemia, em relação ao ano passado. “Devido a necessidade de trabalho remoto e aula online, muitas pessoas recorreram a compra de tablets e smartphones seminovos para atender à necessidade. Com isso, esperamos fechar o ano com um incremento de 80% na venda de aparelhos”, acrescenta o CEO.

Atualmente, a Trocafone revende os smartphones usados com desconto entre 35% e 40% do valor original. Os interessados em comprar ou vender aparelhos usados podem acionar diretamente o site da companhia e seguir o direcionamento necessário para fazer a venda sem sair de casa ou por meio das parcerias da empresa com varejistas como Casas Bahia, Americanas.com, Ponto Frio, Magalu, Samsung, Fast Shop e Vivo. 

Análise técnica rigorosa

Todos os smartphones e tablets recebidos na plataforma Trocafone passam por uma análise técnica rigorosa, que é composta pela verificação do hardware e do software do aparelho.

Primeiro, a empresa faz análise do celular junto aos dados informados pelo cliente no momento da compra e verifica se as características são as mesmas descritas no cadastro do produto. Nessa etapa são avaliados: marca, modelo, capacidade, cor e condição do aparelho, além da análise das funções do celular de acordo com cada condição.

Após essa primeira análise, a Trocafone realiza um teste mais específico para garantir ainda mais a qualidade. Nesta etapa, são analisadas conectividade (Wi-Fi, Bluetooth e rede), som (alto-falantes e microfone), câmera e vídeo, botões (Inclusive os de tela), embalagem (sem quebras, rachaduras ou outros danos), conectores (fone de ouvido, carregador, entre outros) e bloqueios (apenas aparelhos desbloqueados passam pelo processo).

Após todo o processo de qualidade, os produtos são disponibilizados para venda no site. Caso o telefone seja reprovado em alguma etapa, a empresa aproveita as peças que estejam funcionais em outros aparelhos. O lixo eletrônico é enviado para reciclagem seguindo os padrões da Lei Federal 12305/2010.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui