Você sabe como administrar um grupo do WhatsApp?   

Publicidade

Por Roberto Camargo* 

Segundo uma pesquisa realizada pela Resultados Digitais no ano de 2020, cerca de 120 milhões de pessoas utilizam o WhatsApp no Brasil. O aplicativo teve um crescimento acelerado, justamente por permitir a troca de mensagens de forma rápida, sejam elas pessoais ou não.  

Muitas são as formas de comunicação dentro do WhatsApp, seja de forma direta com o envio de uma mensagem no privado, por meio de listas de transmissão, postando ou reagindo a um status ou utilizando grupos. E os grupos são os que mais exigem atenção, vou te contar o porquê.  

Publicidade

Não importa o tipo: de família, da faculdade, do trabalho ou do condomínio, os grupos de WhatsApp na maioria das vezes são muito chatos, cheios de notificações e mensagens que mais atrapalham nosso dia a dia do que acrescentam algo.  

Regras e objetivos 

Em grupos as mensagens chegam apitando avassaladoramente, entupindo o smartphone de áudios, vídeos e imagens, pois não são impostas algumas regras de etiqueta. Dependemos apenas do bom senso das pessoas, mas isso nem sempre está presente. 

O que é combinado não sai caro, então ter definido e, quando bem esclarecidos, os objetivos do grupo vão evitar boa parte de problemas que poderiam ocorrer no futuro. 

Dicas para administradores 

O ideal é que o líder seja o criador e administrador do grupo como, por exemplo, o professor, o chefe ou o síndico e que seja um grupo “oficial”. Caso existam outros paralelos, deve ficar muito bem claro que debates sobre comunicados oficiais apenas são feitos por meio do oficial. 

  • Proíba política, religião, piadas de qualquer natureza. 
  • Proíba mensagens de bom dia e boa noite; elas poluem o grupo e aumentam quantidade de notificações. 
  • Proíba mensagens por áudio, pois se alguém não consegue se expressar escrevendo em poucas linhas, é melhor que reveja o que quer falar, já que nem todos podem ouvir áudios e muitas vezes as mensagens são muito longas e atrapalham entendimento do assunto no grupo. 
  • Dependendo do tipo de grupo, como de condomínio, defina um horário para o grupo estar aberto e todos poderem enviar mensagens neste momento e com acompanhamento do administrador, por exemplo: das 20h às 21h em tais dias da semana.

Dicas para participantes 

  • Desative as notificações do grupo escolhendo a opção: PARA SEMPRE. 
  •  Não exponha outras pessoas no grupo por nenhum motivo; se necessário, primeiro leve o assunto ao administrador. 
  •  Não poste nada que não seja assunto do grupo, mesmo que você considere a mensagem “de utilidade pública”, saiba que nem todos vão concordar com isso e vão se incomodar. 
  • Muito cuidado: não encaminhe mensagens que recebeu de outros grupos, pois, além de não ser o objetivo deste, muitas vezes elas são fake news. 
  • Você se identificou com algum membro do grupo que escreveu alguma coisa interessante? Fale com ele por mensagens privadas, não no grupo. 
  • Não divulgue produtos ou serviços seus ou de amigos, a não ser que a regra esteja combinada anteriormente. 

Recomendações finais 

WhatsApp nem sempre deve ser canal oficial de comunicação e, se for, que isso esteja muito bem claro para todos. 

Grupos no WhatsApp são muito melhores como quadro de avisos do que como ferramenta de debate: nem sempre todos se respeitam o suficiente, pois atrás de uma tela de celular muitos se sentem fortes e poderosos e perdem a noção. 

Dica de ouro 

Será que o seu grupo de WhatsApp não pode ser transformado em uma lista de transmissão? Assim como o app é uma ferramenta que faz parte da transformação digital que o mundo está vivendo, existem muitas outras que podemos usar no dia a dia.  

Não perca tempo, tenha ao seu lado a URL Business, agência especialista em transformação digital. 

*Roberto Camargo é CEO da URL Business, professor de MBA, palestrante e consultor especialista em presença digital. 

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui