Estudo mostra o uso da Internet e da banda larga está aumentando à medida que aumentam as ações de isolamento

A busca por VPNs, que significa “redes privadas virtuais”, cresceu significativamente em tempos de isolamento social por causa do COVID-19. Isso é claramente demonstrado por uma análise do Google Trends dos últimos três meses, realizada pelo VPNoverview.com. O analista de segurança David Janssen considera essa uma tendência interessante. Ele ressalta como, “mesmo em meio a, ou talvez por causa de preocupações globais com a saúde, há claramente muitos brasileiros que valorizam e protegem ativamente sua privacidade online. Simultaneamente, as pessoas procuram lucrar com as capacidades de desbloqueio dos serviços VPN”. O gráfico abaixo mostra o aumento do interesse em VPNs, com base nos volumes de pesquisa do Google no Brasil.

Com uma VPN ou rede virtual privada, os usuários podem criptografar o tráfego da Internet. Assim, os dados enviados e recebidos pelos internautas tornam-se muito mais difíceis de ser interceptados e aproveitados por cibercriminosos. Além disso, as VPNs ajudam os usuários a se tornarem mais anônimos online, ocultando seu endereço IP real. Isso melhora muito a privacidade do usuário.

Além de melhorar a segurança online, as VPNs também são usadas para “desbloquear” mídias sociais e catálogos de outros países em plataformas de streaming. Por exemplo, com uma VPN, é possível acessar as bibliotecas da Netflix de outros países, como a versão da Netflix nos EUA. Devido a medidas de quarentena e políticas de isolamento social, o interesse pela Netflix também aumentou recentemente, como mostra o gráfico abaixo. A curva é bastante semelhante à dos volumes de pesquisa por VPN.

O isolamento social estabelecido por vários governos ao redor do mundo para combater o novo coronavírus visa achatar a curva de contágio da doença. Como resultado da medida, alguns serviços online, como o uso de aplicativos corporativos e videoconferência, também vêm aumentando nas últimas semanas. Isso ocorre principalmente porque as pessoas precisam trabalhar remotamente e querem manter contato com os membros da família. O gráfico abaixo mostra o aumento no volume de pesquisas de aplicativos de videoconferência como Zoom e Skype.

Concluindo, a pandemia do Covid-19 está mudando a maneira e a intensidade com que os brasileiros usam a internet. É importante que os provedores de serviços da Internet atendam a essa crescente demanda por banda larga da melhor maneira possível. Serviços de streaming como a Netflix estão fazendo sua parte, diminuindo a qualidade do vídeo, para aliviar a tensão na rede da Internet em vários países da América Latina, com tantas pessoas usando a Netflix atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui