Mais

    Aplicativo ajuda trabalhadores a encontrar emprego perto de casa

    Publicidade

    Em 2019, o tempo médio de deslocamento de casa para o trabalho, somando-se os trajetos de ida e volta, era de 4,8 horas por semana no país, segundo o IBGE. Nas capitais brasileiras, o percurso ultrapassava 6,8 horas. Dados da empresa Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec) apontaram também que, em São Paulo, maior metrópole da América Latina, 70% das pessoas gastam mais de uma hora por dia no deslocamento até o serviço.

    Pensando nisso, empresários da capital paulista desenvolveram o Trampolim, aplicativo colaborativo de empregos, criado para divulgar a oferta e procura de trabalho conforme a geolocalização de empresas e candidatos. A tecnologia tem como foco ajudar profissionais a encontrarem vagas perto de casa e por área de interesse.

    Publicidade

    “O app surgiu a partir de uma análise de base de que 60% dos paulistanos têm dificuldade de encontrar trabalho próximo de suas residências. Nosso objetivo é justamente mostrar as vagas disponíveis na região em que o usuário mora. Com a proximidade do local de trabalho, os profissionais passam a gastar menos tempo e dinheiro no transporte, além de terem ganhos na qualidade de vida”, explica Bruno Rizzato, diretor de produtos da startup.

    O aplicativo pode também ampliar as oportunidades de recolocação para trabalhadores que moram longe dos grandes polos comerciais, diz o executivo.

    “Atualmente, 80% dos usuários cadastrados no aplicativo moram em regiões periféricas de São Paulo. É comum que esse público se desloque até o centro da cidade para procurar emprego, mesmo que existam oportunidades dentro da sua própria comunidade. Graças ao recurso de geolocalização, o profissional tem acesso a essas vagas na tela do celular, que não teria conhecimento sem passar em frente ao local que está contratando”, afirma.

    Outro diferencial do Trampolim é que o mapeamento e divulgação de vagas é feito de forma colaborativa pela própria comunidade local. Qualquer pessoa, contratante ou morador da região, pode replicar vagas anunciadas nas ruas ou grupos online e compartilhar no app a quem possa interessar – daí o caráter colaborativo.

    Publicidade

    “A tecnologia somada a solidariedade, possibilita que profissionais encontrem vagas de forma mais orientada, não só para ter um impacto econômico, mas também no bem-estar delas. Afinal, os custos de deslocamento fazem toda a diferença para determinadas faixas salariais”, pontua Bruno.

    O aplicativo tem hoje mais de 4,8 mil vagas ativas no país, a maioria para áreas de Vendas e Atendimento (24%), Serviços Gerais (22%), Administrativo (12%), Alimentação (12%) e Indústria (11%). Para candidatar-se às vagas, os interessados podem acessar o link e baixar o aplicativo. O serviço é gratuito e está disponível para android.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui