quinta-feira , 13 junho 2024
Ínicio Mercado Mercado Livre vai investir mais de R$ 42 milhões em projetos de conservação e regeneração de biomas no Brasil
MercadoNoticias

Mercado Livre vai investir mais de R$ 42 milhões em projetos de conservação e regeneração de biomas no Brasil

328

Fortalecendo cada vez mais o seu compromisso com o meio ambiente, o Mercado Livre anuncia seu novo investimento no Regenera América, programa que apoia iniciativas de restauração e conservação de biomas icônicos da América Latina – região que abriga 40% da biodiversidade do planeta. Somente neste ano, a companhia investirá mais de R$ 42 milhões no Brasil, permitindo a restauração e conservação de mais de 8,5 mil hectares de floresta nativa, equivalentes a mais de 2,6 milhões de árvores a ser conservadas e restauradas, permitindo a captura e prevenção de emissão estimada em mais de 3 milhões de toneladas de CO2 em 30 anos. Ao longo dos últimos dois anos, quando foi lançado, o programa já investiu mais de R$ 58 milhões em projetos de regeneração e conservação no Brasil e no México, sendo que o investimento total na região vai superar a marca dos R$ 115 milhões neste ano.

Ao todo, 5 projetos serão apoiados no Brasil em 2023, sendo 3 ampliações de apoio a iniciativas que já recebem investimento do programa, e 2 novos que passam a receber aporte a partir deste ano. Os novos projetos contemplam reflorestamento da Mata Atlântica, no estado de São Paulo, e reflorestamento e conservação na Amazônia paraense. Os projetos cujo apoio será ampliado estão localizados na Mata Atlântica, do Rio de Janeiro e Bahia, além de uma iniciativa voltada ao cultivo de café em sistema agroflorestal no coração da Amazônia, no estado do Amazonas. Os novos projetos foram selecionados a partir de convocatória pública, realizada pelo Mercado Livre e seus parceiros, no ano passado, quando foram recebidas mais de 110 propostas de projetos em 9 países da região.

O Regenera América é uma das principais iniciativas de impacto positivo presentes na estratégia de sustentabilidade do Mercado Livre, que investe um valor proporcional à sua pegada de carbono em projetos de conservação e regeneração, e que irão gerar créditos futuros. Além de contribuir para a captura de carbono e para a preservação da biodiversidade no longo prazo, garantindo recursos e serviços ecossistêmicos, o programa ratifica e estimula os processos locais de restauração e conservação ambiental, gerando renda e integrando comunidades locais.

“No Mercado Livre temos orgulho de colaborar com a restauração e conservação da Mata Atlântica e da Amazônia, dois biomas brasileiros de vital importância para a região e para o mundo pelos serviços ecossistêmicos que prestam, como água limpa, ar puro, clima equilibrado, solos saudáveis, alimentos, matérias-primas, dentre outros”, afirma Mauro Paradella, gerente sênior de Sustentabilidade do Mercado Livre na América Latina. “Como empresa, buscamos continuamente promover soluções inovadoras e mais eficientes para crescer de forma mais sustentável. Cuidar do meio ambiente é um pilar estratégico que permeia o nosso negócio e acreditamos que proteger e investir nas florestas e outros biomas naturais é fundamental e urgente”, completa.

Desde o seu lançamento, em 2021, o Regenera América já investiu em nove projetos implementados no Brasil e no México. As três novas iniciativas que receberão investimento do programa neste ano são o projeto ‘Novas Florestas’, na Mata Atlântica paulista, ‘Projeto Curuá’, na Amazônia paraense, e o ‘Corredor Campeche’, no México, focado no bioma Selva Maia. As três iniciativas apoiadas no ano passado, no Brasil, também serão ampliadas com o novo investimento em 2023, potencializando os benefícios dos processos em andamento e das cadeias de restauração geradas – são eles ‘Águas do Rio’, ‘Corredor Pau Brasil’ e ‘Café Apuí’.

Assim, somando as iniciativas anunciadas neste ano, a Regenera América já terá iniciado na região processos de restauração e conservação de mais de 15 mil hectares de floresta nativa, equivalentes a mais de 14 milhões de árvores restauradas ou conservadas. Essa ação contribuirá com uma captura estimada de mais de 1,1 milhão de toneladas de CO2 em 30 anos e a prevenção da emissão de mais de 3 milhões de toneladas de CO2 no mesmo período. Somente no Brasil, desde 2021, o impacto total estimado contempla a restauração e conservação de mais de 11,7 mil hectares de floresta nativa, equivalentes a mais de 9,4 milhões de árvores, com a captura e emissões evitadas estimada de mais de 3,9 milhões de toneladas de CO2 em três décadas.

Novos projetos

Em sua nova fase, o Regenera América apoiará o projeto Novas Florestas, que será implementado em conjunto com a Agência Ambiental Pick-upau. Esse projeto tem como objetivo o reflorestamento de 155 hectares com o plantio de 279 mil árvores na Mata Atlântica, em São Paulo, área que abriga uma incrível diversidade de vida vegetal e animal, além de fornecer água potável a milhares de pessoas. Outra iniciativa que receberá investimento do Regenera América é o projeto Curuá, no estado do Pará, uma das áreas com maior cobertura florestal da Amazônia, onde o desmatamento tem causado impactos ambientais significativos. Em conjunto com o grupo Future Carbon, o apoio a esta iniciativa permitirá iniciar a conservação de 8.200 hectares de florestas amazônicas, evitando a emissão potencial de 3 milhões de toneladas de CO2 em 30 anos.

Ampliação de projetos já apoiados

Além disso, o programa vai ampliar o escopo de projetos que já recebem investimento, contribuindo para que essas iniciativas e as cadeias de restauração, geradas nesses territórios, se consolidem. Dentre eles está o projeto Águas do Rio, localizado nas áreas de influência dos Parques Tinguá-Bocaina, no Rio de Janeiro. Em parceria com o Instituto Terra de Preservação Ambiental (ITPA), serão acrescentados mais 100 hectares, totalizando 170 hectares com o plantio de mais 166 mil árvores nativas da Mata Atlântica, contribuindo também para a conservação da biodiversidade e a proteção das bacias hidrográficas da região. Também será ampliado o apoio à iniciativa Corredor Pau Brasil, na Bahia, desenvolvida pela ONG Natureza Bela, com 100 hectares de mata atlântica, atingindo assim uma área total de 170 hectares por meio do plantio de quase 170 mil árvores nativas adicionais, apoiando assim a criação de um corredor biológico entre dois parques nacionais. E, em mais um ano, o Regenera América avançará com o investimento na iniciativa Café Apuí, em parceria com o IDESAM, com o apoio adicional de 10 hectares e o plantio de 20 mil árvores nativas, totalizando 20 hectares de restauração na floresta amazônica. Essa ação, em sinergia com a produção de café, contribui para o desenvolvimento de uma agricultura responsável e a geração de renda alternativa para famílias de produtores locais.

A implementação dos projetos apoiados pelo Mercado Livre é liderada pela Pachama, empresa que utiliza dados de satélite e inteligência artificial na proteção e gestão de ecossistemas. “É uma honra o fortalecimento da nossa aliança com o Mercado Livre para promover a regeneração e conservação dos biomas icônicos da América Latina, essenciais para capturar e armazenar grandes quantidades de dióxido de carbono, ação importante para mitigar as mudanças climáticas. O investimento nas iniciativas terá um impacto significativo nas comunidades locais, na fauna, flora e no nosso clima, que mediremos constantemente ao longo dos anos”, ressalta Diego Saez-Gil, cofundador e CEO da Pachama.

Compartilhar