Por que os unicórnios investem tanto em marketing digital?

Publicidade

O conceito de uma startup unicórnio surgiu em 2013, quando a investidora Aileen Lee as descreveu como empresas que eram valorizadas em mais de US$1 bilhão mesmo sem terem capital na bolsa de valores. O termo ‘unicórnio’ se deu pela raridade das empresas que chegam ao décimo dígito. Mas, apesar das grandes dificuldades que os negócios emergentes encontram para se firmar no mercado, o que diferencia essas startups? Como elas chegaram nesse patamar?

A inovação que elas trazem é fundamental, porém, existe um trabalho feito nos bastidores que as ajuda, e muito: o trabalho das agências full digital. “Essas startups já nascem com conhecimento e maturidade digital, e isso é justamente o que faz elas procurarem uma agência que pense de forma digital. O trabalho do marketing dá a elas uma grande vantagem competitiva, pois leva essas empresas ao público e apresenta as disrupções que ela é capaz“, explica Lucas Palhares, gerente comercial da Raccoon, uma das maiores agências de digital da América Latina.

Trazer um trabalho profundo e analítico é uma das funções que as agências full digital oferecem para os seus clientes. Contar com um atendimento personalizado e entender a dor e os desafios de cada um é essencial para o êxito das estratégias.

Publicidade

“Existem três frentes que se costuma trabalhar mais com startups: são mídias de performance, para aquelas que querem um crescimento mais rápido e agressivo; inbound marketing, que é uma estratégia de longo prazo e orgânica; e gestão e coleta de dados, para garantir qualidade e segurança durante todo o ciclo de vida da informação”, afirma Palhares.

Um dos 11 unicórnios brasileiros é a Nubank, que mesmo sendo uma gigante, segue investindo em peso nos serviços de marketing digital.  A parceria com a Raccoon vem desde 2019 e contempla serviços de implementação de conteúdo e SEO para a Fintech.

“Quando a gente conheceu a Raccoon, o nosso desafio era a resolução de alguns problemas, principalmente na questão de buscas. Então encontramos um parceiro muito legal para criar desde o começo uma forma única de trabalhar conteúdo, e isso ajudou a gente a encontrar os problemas e a trabalhar em cima deles. Hoje, o crescimento que tivemos, o nosso posicionamento e o que estamos desenvolvendo, em termos de conteúdo, são em grande parte graças a esse trabalho”, explica Paula Rothman, content lead na Nubank, durante o evento CMO Summit 2021.

Hoje, no País, existem mais de 12 mil startups, e apenas 0,1% delas alcançaram esse raro status de unicórnio. Ter uma presença forte no meio digital é um grande sinal para o mercado de que o negócio tem futuro, e pensar em uma parceria com uma agência de digital competente é um ótimo primeiro passo para começar a trilhar esse caminho. Afinal, por melhor e mais inovador que seja o serviço da startup, se o público não o conhece, fica mais difícil chegar longe.

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui