Mais

    Programa Jovem Programador aumenta oferta de vagas em 40%

    Publicidade

    Com um aumento de 40% de vagas em relação à primeira edição, as aulas do Jovem Programador 2022 terão início em julho para 700 jovens de Santa Catarina. Mais uma vez, o programa teve números expressivos e, durante o período de inscrições, contou com uma média de 54 candidatos inscritos por dia. Agora, o Jovem Programador chega também a cidades do interior, onde há poucas oportunidades de capacitação na área; além de continuar atendendo os principais polos de desenvolvimento de software do Estado.

    Desde o ano passado, a iniciativa do Seprosc (Sindicato das Empresas de Informática, Processamentos de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de Santa Catarina, em parceria com o Senac SC, capacita pessoas com idades entre 16 e 35 anos para atuarem no setor de tecnologia. O objetivo do Jovem Programador é garantir que todos concluam a formação aptos para iniciar na carreira e concorrer aos postos de trabalho disponíveis no mercado de Santa Catarina, que carece de profissionais capacitados.

    Publicidade

    Neste ano, as cidades contempladas com o programa são: Blumenau, Brusque, Caçador, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Palhoça, Pinhalzinho, Rio do Sul, São Bento do Sul, São Miguel do Oeste, Tubarão, Videira e Xanxerê.

    Segundo Carlos José Pereira, diretor do Seprosc responsável pela formatação do projeto, o Jovem Programador incentiva o trabalho remoto, a fim de que jovens de quaisquer municípios tenham oportunidade de atuar em empresas de tecnologia espalhadas pelo Estado. “Além disso, estamos projetando um curso totalmente online para atingirmos todos os municípios catarinenses, em breve. Dessa forma, os jovens poderão optar pela versão semipresencial ou à distância e ingressarem nessa carreira, que é tão empolgante e promissora”, conta.

    Para a diretora regional do Senac SC, Sandra Regina Casarotto Lindorfer, o programa une as necessidades de empresários e também de jovens que querem se profissionalizar. “Santa Catarina tem um ecossistema de tecnologia crescente e o mais interessante é que isso ocorre em todas as regiões, por isso, a alta procura por profissionais qualificados. Assim, o Jovem Programador beneficia todos os atores do setor”.

    Já Juliano Vieira, coordenador do projeto no Senac SC, complementa afirmando que “o programa tem uma visão ampla sobre a necessidade do setor. Para atender todas as regiões, realizamos um estudo para trabalhar em cima das tecnologias usadas nas empresas locais. Assim, o Jovem Programador fortalece o movimento de transformar o Estado em uma referência nacional do setor de tecnologia”.

    Publicidade

    O presidente do Seprosc, Márcio Elias Gonçalves, avalia que o resultado tem sido positivo, especialmente com o aumento expressivo no número de inscrições para a edição deste ano. “O programa é uma estratégia criada para aproximar os jovens que querem atuar no segmento e as empresas que precisam desses profissionais. A demanda ainda é grande mas, aos poucos, estamos conseguindo reunir parceiros, patrocinadores, instituições e outros players deste ecossistema para melhorar esse cenário”, finaliza.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui