terça-feira , 5 março 2024
Ínicio Noticias Você sabe onde estão seus clientes? O geomarketing pode identificá-los e ajudar na assertividade das estratégias de negócios
Noticias

Você sabe onde estão seus clientes? O geomarketing pode identificá-los e ajudar na assertividade das estratégias de negócios

101

Atingir o cliente certo na hora certa é o que todo empresário deseja. Graças à tecnologia, algumas ferramentas permitem atingir esse objetivo com mais facilidade.  O geomarketing é uma forma de marketing que utiliza dados de localização para direcionar publicidade e promoções, buscando aproximar-se dos consumidores com mensagens assertivas em localidades específicas. Ele tem sido uma das ferramentas mais eficientes para alcançar o público-alvo das empresas. Até este ano, o mercado de geomarketing movimentou globalmente US$14,35 bilhões, segundo análise da Mordor Intelligence, provando que muitas empresas já entenderam o poder dessa ferramenta.

No universo do varejo moderno, o geomarketing emerge como um instrumento poderoso para impulsionar estratégias. Esta metodologia inovadora mescla a análise de dados geográficos e informações de mercado para oferecer insights valiosos e personalizados.

De acordo com Bárbara Kohut, especialista regional de produto da Infobip, plataforma global de comunicação em nuvem, uma das principais vantagens da utilização do geomarketing é analisar melhor o público para obter resultados mais satisfatórios. “Ao integrar dados demográficos, comportamentais e de localização, o geomarketing oferece aos varejistas a capacidade de compreender profundamente o comportamento do consumidor em diferentes regiões. Essa análise detalhada possibilita a identificação de padrões de consumo, preferências e tendências, fornecendo vantagem competitiva.”

Um dos pontos-chave do geomarketing é a capacidade de direcionar campanhas de marketing de maneira específica e segmentada. Com a análise de dados geográficos, os varejistas podem personalizar suas ofertas, promover produtos relevantes para uma determinada localização e até mesmo ajustar preços de acordo com a demanda local. Além disso, a geolocalização possibilita a criação de estratégias de expansão assertivas. Ao identificar áreas com potencial de mercado ainda não explorado, os varejistas podem direcionar investimentos, escolher locais para novas filiais e até mesmo adaptar seus produtos para atender às necessidades específicas de uma região.

“A tecnologia atual permite uma implementação eficiente do geomarketing. Ferramentas de análise avançada de dados e aplicativos baseados em localização fornecem informações em tempo real, permitindo aos varejistas tomadas de decisões ágeis e orientadas por dados”, acrescenta Bárbara.

Ainda segundo a profissional, um dos pontos mais importantes na utilização da ferramenta é estabelecer metas claras, ou seja, para que você pretende utilizar o resultado da análise. Entre as aplicações mais comuns estão: aumentar as vendas em um local ou filial; aumentar o conhecimento da marca em um local determinado; promover um evento local; otimizar a geração de leads em uma cidade; testar e lançar novos produtos para públicos segmentados por local; e monitorar o comportamento do cliente.

Consumidores também se beneficiam com a aplicação do geomarketing

Não é somente para as marcas que o geomarketing oferece vantagens. A utilização do mecanismo para a aplicação de estratégias melhor direcionadas também contribui para que o consumidor receba as mensagens que realmente fazem sentido para ele.

De acordo com relatório do Google, as consultas móveis para “Onde comprar – determinado produto – mais perto de mim” cresceram mais de 200% nos últimos dois anos. Além disso, 74% dos compradores em lojas físicas que pesquisaram online antes de irem à loja para fazer compras, disseram que buscaram algo relacionado à localização da loja mais próxima, estoque perto deles, horários, direções, tempos de espera e informações de contato.

“Ao compreender a localização específica de cada potencial cliente, as marcas podem adaptar e personalizar suas comunicações para aumentar consideravelmente sua eficácia como ferramenta de conversão. Receber uma oferta atraente para uma refeição é uma coisa, mas receber essa mesma oferta no momento do almoço ou ao passar por um restaurante, não é apenas coincidência”, pontua Bárbara.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdo Relacionado

O Papel da Fotografia Corporativa na Estratégia de Marketing Digital

Em um mundo onde a imagem de uma marca pode ser tão...

Constelação Familiar e Saúde Mental: Uma Perspectiva Terapêutica

A saúde mental, fundamental para o bem-estar geral do indivíduo, é influenciada...

4 dicas úteis para poupar dinheiro usando a internet

Em meio a realidade dos altos preços, uma tendência se destaca: a...

Inteligência Artificial Generativa: como o varejo pode aproveitar a tecnologia para gerar inovação

*Por Carlos Siqueira A pandemia global acelerou a adoção digital em várias...