Iniciativa da Ribon marca nova fase do aplicativo que está mudando a forma de fazer doações no Brasil

Depois de revistas, televisão e streamings, o mercado de assinaturas amplia sua atuação e chega nas doações para caridade. A pioneira desse serviço é o aplicativo de doações Ribon, uma plataforma que permite com que milhares de pessoas doem diariamente para as melhores ONGs do mundo.

O serviço é feito por meio da assinatura de “pacotes de ribons”. Basicamente, o usuário assina um dos pacotes disponíveis na plataforma e passa a receber mensalmente uma determinada quantidade de ribons, que são as moedas virtuais usadas no aplicativo para fazer doações. Depois de receberem os ribons, os usuários podem doá-los para as quatro causas disponíveis na plataforma: nutrição infantil, saúde básica, água potável e medicamentos.

“Percebemos que as pessoas queriam fazer doações mais constantes. Fomos desenvolvendo testes até que chegamos neste modelo de assinaturas mensais”, relata Rafael Rodeiro, CEO da Ribon.

A partir de R$ 10,00 o usuário já pode assinar um pacote de 10.000 ribons. Com essa quantia, é possível doar 175 dias de fortificação alimentar, 100 dias de medicamentos, 35 dias de água potável e 25 dias de saúde básica para uma pessoa. O impacto pode ser ainda maior se levarmos em consideração as doações gratuitas que também são disponibilizadas na plataforma por meio de marcas patrocinadoras como a Malwee e o Clube de Turismo Bancorbrás.

 

O processo de doação é bem simples: cada usuário direciona seus ribons, sejam eles gratuitos ou pagos, para as 4 causas disponíveis no app. Estes são convertidos em dinheiro e o valor final é transferido para a The Life You Can Save – uma organização internacional que certifica as ONG’s mais eficientes do mundo – fazer a validação e distribuição do dinheiro doado.

“Eu assinei um pacote durante uma promoção e continuo até hoje por conta da transparência e facilidade de doar no aplicativo. É muito bom saber que, mesmo sendo um valor pequeno, minha ajuda faz a diferença na vida de muitas pessoas”, diz a assessora pedagógica catarinense Mariana Oenning, 29 anos, assinante Ribon. Nos próximos meses a plataforma pretende dobrar o número de assinantes lançando novas vantagens para esses usuários como relatórios semanais de doação, notícias especiais e várias outras exclusividades.

 

Para os fundadores da plataforma, o lançamento desse modelo de assinatura marca uma nova fase do empreendimento, não apenas por ser um novo modelo de monetização – que é um desafio comum no mercado de socialtechs, mas também por possibilitar que a doação se torne um hábito na rotina do brasileiro.

Para conhecer melhor todas as funcionalidades do app, é só baixar agora e começar a usar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui