quinta-feira , 29 fevereiro 2024
Ínicio Internet Como avaliar a saúde geral do seu site em termos de SEO
Internet

Como avaliar a saúde geral do seu site em termos de SEO

Usar ferramentas de análise oferece insights valiosos para otimizar o site. Além disso, observar as métricas permite encontrar pontos de melhoria!

100

Quem tem um site sabe da importância de cuidar da saúde geral dele. Afinal, ao aplicar as práticas certas, é possível melhorar a posição da página nos resultados de pesquisa e até alcançar o tão disputado primeiro lugar!

Para isso, é preciso adotar uma boa estratégia e uma rotina de verificações. Nesse aspecto, contar com uma agência especializada em SEO pode facilitar o trabalho. Por outro lado, é sempre interessante saber otimizar o site da melhor maneira.

Este artigo apresenta cinco estratégias simples de SEO, que ajudam a analisar o site e garantir os melhores resultados!

1. Utilize o Google Search Console

O Google Search Console é indispensável no momento de avaliar a estratégia de SEO do seu site. Essa famosa ferramenta é oferecida gratuitamente e mostra como os motores de busca visualizam o seu domínio on-line.

Funciona como uma espécie de painel de controle que proporciona insights valiosos. A partir disso, você sabe quais páginas foram indexadas e identifica potenciais problemas de rastreamento que podem afetar a visibilidade nos resultados de pesquisa.

Além disso, a ferramenta fornece dados valiosos sobre palavras-chave relevantes, impressões, cliques e posição média nos resultados de pesquisa. Essas informações são cruciais para ajustar as estratégias de SEO e melhorar a classificação do seu site.

2. Teste a velocidade de carregamento do site

Na hora de ranquear seu site, os mecanismos de pesquisa consideram a velocidade de carregamento como um fator determinante. Uma página com bom carregamento oferece uma experiência melhor para os visitantes e tem mais chances de aparecer nos primeiros resultados.

Por isso, na hora de avaliar a saúde do seu site, é fundamental fazer testes de velocidade de carregamento. Você pode usar o Google PageSpeed Insights, que facilita esse processo e oferece análises detalhadas.

A partir delas, você pode aplicar melhorias que ajudam o seu site a carregar rapidamente:

  • reduzir o tamanho das imagens;
  • remover arquivos desnecessários;
  • otimizar o código do site;
  • atualizar plugins.

3. Verifique a qualidade dos backlinks

Ter bons backlinks amplia a visibilidade do seu site, exercendo forte influência no posicionamento nos resultados de busca. No entanto, ter uma estratégia eficaz de link building vai além de simplesmente acumular links. É fundamental monitorar constantemente a qualidade dos portais para garantir que eles contribuam de maneira positiva.

Por isso, a terceira dica para você analisar a saúde do seu site é monitorar regularmente a qualidade dos backlinks. Você pode usar ferramentas como Ahrefs e SEMRush, que possuem recursos específicos para fazer uma auditoria e remover os links tóxicos.

4. Avalie a experiência do usuário pelo Google Analytics

A experiência do usuário é superimportante para o seu site. Isso influencia muito o ranqueamento, já que os motores de busca dificilmente deixam uma página de navegação ruim nos primeiros resultados.

Por isso, é importante avaliar se seu site proporciona uma boa experiência para os visitantes. O ideal é acessar o Google Analytics, que tem métricas especiais para constatar se o acesso é positivo.

Taxa de rejeição alta e pouco tempo de permanência fornecem insights valiosos sobre a interação dos visitantes com seu site. Eles mostram que há algo que precisa ser melhorado. Portanto, atente-se a essas duas métricas e faça mudanças para otimizar a experiência.

5. Veja se o site é mobile-friendly

Um site mobile-friendly é projetado para oferecer uma boa experiência de navegação em dispositivos móveis, disponibilizando uma versão exclusiva para celulares. Isso ajuda a melhorar a experiência do usuário, principalmente considerando que 91% dos brasileiros acessam a internet pelos smartphones.

Para descobrir se seu site é mobile-friendly, realize um teste gratuito no próprio Google. A partir da URL, a ferramenta gera dicas para você melhorar sua página.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdo Relacionado

Brasil bilíngue? Buscas no Google por outros idiomas têm salto de 50% no país

Quando o assunto é o desenvolvimento de novas habilidades, ao que tudo...

A Ameaça Crescente das Deepfakes e Fake News nas Eleições Municipais

À medida que nos aproximamos das eleições municipais, a ameaça das deepfakes e...

Entenda como o uso de VPN para falsificar localização e mapas pode comprometer a integridade de um aplicativo

À medida que os aplicativos se tornam parte cada vez mais integrante...

Vídeo Curto: A Ascensão da Creator Economy: Tendências e Oportunidades em 2024

A dinâmica da criação de conteúdo online está em constante transformação, abrangendo...