Conheça a tecnologia que está revolucionando o mercado imobiliário por meio da blockchain

Quem vende ou compra um imóvel, já sabe que vai ter que lidar com toda a burocracia existente nestes processos. Normalmente, perdem-se dias em cartórios, reuniões, assinaturas de contratos, transferências, entre outros procedimentos nada ágeis. Porém, com a revolução tecnológica que o mundo vive, já é possível fazer todo o processo de registro por meio da blockchain, de maneira mais segura, independente e muito rápida.

A Fazenda Dois Irmãos, no município de Nova Aripuanã, no Amazonas, é a primeira no Brasil a passar pelo processo de tokenização em formato de cryptoproperty, ou seja, ter seu direito de propriedade transformado em ativo digital. Com isso, a propriedade foi dividida em pedaços menores, que são representados digitalmente em 100 milhões de tokens Cryptau (AM1). Cada pessoa que comprar uma Cryptau se torna então, possuidor de uma fração de 1/100.000.000 do direito de propriedade sobre a fazenda.

E quais os benefícios para o comprador? Isso possibilita que pessoas com menos recursos possam também comprar e vender no mercado imobiliário, com o fracionamento dos grandes valores. No caso da Fazenda em questão, foi também atestada a possibilidade da existência de ouro e outros minérios, com base em estudos técnicos por meio de satélites, geoprocessamento e fotointerpretação.

Segurança e agilidade

Com valor mínimo de R$ 50 para compras, a Cryptau é uma nova forma de se comprar e vender direitos de propriedade com agilidade nas transações, que são realizadas por meio da plataforma Ethereum e que ficam armazenadas na blockchain. Isso garante mais segurança, agilidade e independência.

Com a blockchain, que substitui os tradicionais bancos de dados, as informações ficam criptografadas e protegidas por uma cadeia de computadores que compõem uma rede e não apenas por alguns servidores. Para se ter uma ideia, um hacker precisaria invadir mais da metade dos computadores de todos os clientes de uma instituição financeira multinacional para ter acesso aos dados de uma única pessoa, o que acabaria custando mais do que o valor possivelmente desviado.

Além disso, esta nova forma de registro e distribuição de informações tornou dispensável a existência de intermediários financeiros, podendo ocorrer a negociação direta entre compradores e vendedores em qualquer parte do mundo que tenha acesso à internet e que as legislações permitam.

Para um dos realizadores do projeto, Fernando Lopes, o diferencial é justamente a facilidade no processo. “A Cryptau é um meio, não um fim. A ideia é que o comprador adquira uma fração ou toda a propriedade e este vai ser o investimento realizado por ele, diferente do bitcoin e das criptomoedas, por exemplo, que já são os investimentos. A cryptoproperty apenas facilita a compra, substituindo os intermediários tradicionais. É uma nova tecnologia que permite a compra e venda de bens de forma direta entre as partes, o que até então era impossível de se realizar pela internet nesse tipo de mercado”, explica.

Para conhecer mais sobre a Cryptau é possível acessar: cryptau.io.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui